Ex-presidentes apoiam continuidade de Jorge Jesus

Ao lado do técnico

A continuidade de Jorge Jesus no comando técnico do Sporting na próxima época não é um dado adquirido, independentemente de o treinador ter contrato até junho de 2019. É uma questão, aliás, que está intimamente relacionada com as eventuais conquistas até ao fim da época, nomeadamente no que diz respeito à Taça de Portugal e Liga Europa.

Ainda assim, para o painel de antigos presidente do Sporting ouvidos por Record, não há dúvidas: JJ é parte integrante do projeto de Bruno de Carvalho e deve manter-se em 2018/19. "É uma aposta do presidente. Tem contrato e enquanto o presidente lá estiver, tem de lá estar também Jorge Jesus", defende Filipe Soares Franco, presidente dos leões entre 2005 e 2009.

Sousa Cintra considera que o primordial é haver estabilidade e, para isso acontecer, será fulcral manter Jorge Jesus. "O Sporting tem um plantel de futuro e ganhar é uma questão de tempo. Agora, ninguém ganha nada sem haver estabilidade e união. Jorge Jesus já conhece os cantos à casa, mostrou que é um grande treinador como se comprova pelos títulos no rival e os milhões que deu a ganhar com a valorização de jogadores. Por outro também há que respeitar o contrato", explica Sousa Cintra, líder dos leões entre 1989 e 1995, que entende ainda haver margem para a conquista de mais duas competições até final da época. "O campeonato será dificílimo, mas a Taça de Portugal e Liga Europa são possíveis. Eu acredito", analisa Sousa Cintra, que diz que a questão do treinador só deve ser abordada no final da temporada.
9
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas