Frederico Varandas: «Não vale a pena continuarem a ameaçar-me»

Ex-diretor clínico quer "devolver a dignidade ao Sporting"

• Foto: Pedro Ferreira

Frederico Varandas voltou a dizer que o tempo de Bruno de Carvalho à frente do Sporting se esgotou e sublinhou que não entende como alguém que "diz gostar tanto" do clube se mantém na liderança depois de tudo o que sucedeu.

"Nunca tive relação pessoal com Bruno de Carvalho mas uma excelente relação profissional. Revejo-me na sua herança no primeiro mandato. Mas no último ano senti que ele se desviou do valores do clube. Bruno de Carvalho passou uma fronteira e não voltou mais. Não consigo entender que uma pessoa que diz que gosta tanto do Sporting sujeita o clube a isto. Queria perceber o que o leva a estar ali. Não há nenhuma justificação para o Sporting estar a passar por isto. É uma humilhação e uma vergonha para todos os sportinguistas. É isto que vivemos todos os dias. Não há qualquer razão que justifique a sua continuidade", começou por dizer o antigo diretor clínica dos leões na RTP3.

Questionado sobre as rescisões dos nove jogadores, Varandas diz que o próximo passo é tentar amenizar o problema recebendo algum dinheiro em troca dos futuros clubes desses atletas: "Neste momento as rescisões são um facto. O dever do próximo presidente é fazer com que os futuros clubes desses jogadores paguem o valor mais alto possível por eles. É horrível, uma calamidade. Perdemos os melhores jogadores. Agora vamos ver do ponto de vista financeiro o que podemos receber."

Eleições e ameaças

Explicando que está numa "posição um bocadinho híbrida", "não sendo ainda candidato" por não existirem eleições, Varandas sublinhou que "como presidente vai querer os melhores profissionais" e deixou ainda uma garantia: "Senti que no Sporting havia uma maioria muito silenciosa por medo. Aos mentores desta campanha cobarde, não vale a pena continuarem a ameaçar-me. Mais força e mais convicção me dão para eu fazer o que tenho de fazer: devolver a dignidade ao Sporting."

AG de destituição

Confirmando que irá dia 23 à AG destitutiva, Varandas disse ainda acreditar que "Bruno de Carvalho vai ganhar coragem até sábado para se demitir" e que deve recandidatar-se "para perder nas urnas."

27
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas