Jesus considera "natural e normal" que Capucho pense em pontuar

Treinador leonino estabelece mesmo um paralelo entre a estratégia do Rio Ave e a que utilizou em Madrid

• Foto: Pedro Simões

Jorge Jesus reconheceu este sábado, na conferência de imprensa de lançamento do encontro de domingo, com o Rio Ave, que Nuno Capucho irá tentar fazer à sua equipa aquilo que ele próprio tentou fazer, na quarta-feira, perante o Real Madrid. O técnico leonino assenta o seu pressuposto numa qualidade única dos treinadores portugueses

"Os treinadores portugueses, em termos estratégicos, são os treinadores com o melhor conhecimento do mundo. Têm muita facilidade em anular fatores que, por vezes, são muito fortes nos adversários. Conseguem esse equilíbrio e, portanto, é natural e normal que o Capucho esteja a pensar assim. Da mesma forma que eu pensei, quando joguei na quarta-feira em Madrid", esclareceu o treinador, de 62 anos, que não espera facilidades na visita ao Estádio dos Arcos.

Desilusão em Madrid ganha novo significado para Jesus
"Nestes últimos anos, o Rio Ave é uma equipa com provas dadas em relação aos três grandes. Uma equipa que no seu estádio é forte, cria dinâmicas muito fortes e, portanto, o Sporting tem que estar preparado para, em alguns momentos do jogo, ter dificuldades e  passar por situações difíceis", reconheceu Jorge Jesus, assegurando que esses são aspetos que estão devidamente acautelados.

"O que importa é que, na maioria do tempo do jogo, o Sporting possa ser forte, fazer a diferença para poder controlar esses momentos do jogo e também o resultado que é aquilo que nos interessa. Os três pontos. Vamos ter o mesmo respeito pela equipa do Rio Ave que tivemos pelo Real Madrid. Estamos sujeitos a tudo e preparados para tudo", garantiu a terminar, o treinador do conjunto verde e branco.

Por João Lopes
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas