Jesus e a contratação de Bruno Fernandes: «Ainda bem que não viram nada nele!»

Técnico falou do médio e ainda de Marcos Acuña

A carregar o vídeo ...
Jesus: «Feirense é uma equipa com ideias taticamente»

Contratados esta temporada, Marcos Acuña e Bruno Fernandes têm sido dos jogadores que mais se destacaram neste arranque de época, algo que para Jorge Jesus não é surpresa. O técnico leonino elogia a capacidade do duo, destaca as suas qualidades e mostra-se 'grato' pelo facto de em Itália nenhuma equipa ter visto qualidade suficiente para o contratar.

"Temos dez semanas de trabalho com o Bruno e com o Acuña, apesar de o Bruno já o conhecer dos jogos da seleção. Quando os contratámos foi por acharmos que eram jogadores capazes de enriquecer o plantel para este ano, que tinham qualidades que poderíamos potenciar. É isso que estamos a fazer. O Marcos é um jogador com condições físicas impressionantes quando está normal. Faz aquele corredor a um nível muito elevado", começou por referir.

"Quanto ao Bruno, acho que ele tinha potencial para ser mais do que era em Itália. Se fosse um jogador referenciado, com o dinheiro que as equipas por lá têm, não vinha para Portugal. Ainda bem que não viram nada nele! Nós vimos e de certeza que contratámos um grande jogador. O futuro do Sporting e da Seleção, até porque vai cada vez mais melhorar a sua qualidade", garantiu.

Na conferência de imprensa, Jesus abordou ainda a situação de William Carvalho, nomeadamente a forma como agora Jorge Jesus irá combinar no plantel a existência de Rodrigo Battaglia. "São dois jogadores completamente diferentes nas suas características. É enquadrado um pouco naquilo que já disse em relação ao Adrien e o Bruno Fernandes. Dores de cabeça temos quando queremos ter opções e não temos. Quando tens opções, e mais do que uma com qualidade, isso não é dor de cabeça... é uma vantagem. São dois jogadores que podem jogar juntos, em várias posições, tanto um como o outro".

A missão do treinador

O técnico do Sporting falou igualmente da questão emocional do médio, que esteve na mira do West Ham, garantindo que a missão dos treinadores também é a de ajudar os futebolistas no plano mental. "Estas questões são problemas dos jogadores de grande qualidade, seja em que clube for. Todos os clubes os vão ter e ainda bem que é assim. É um indicador dos grandes jogadores que temos. Obriga a um trabalho diferenciado entre treinador e jogador, mas não é só neste tema, também o é em outros. O treinador tem de saber confessar, analisar e partilhar todos os problemas que os jogadores têm, sejam de ordem desportiva como familiar. Faz parte do que é ser treinador", explicou, numa conferência de imprensa na qual garantiu a presença do jogador na convocatória para o duelo de sexta-feira.

"O William antes deste jogo fez um encontro pela Seleção, onde jogou muito bem. Chegou clinicamente sem problema nenhum. Tem treinado connosco e, por isso, amanhã vai estar na convocatória", frisou.


Por Fábio Lima
15
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas