João Palhinha: «Nesta competição não há favoritos e todos os jogos vão ser chave»

Médio do Sporting na antevisão ao primeiro jogo da Champions, amanhã, diante do Ajax

• Foto: Sporting CP

João Palhinha falou esta terça-feira aos jornalistas e fez a antevisão ao duelo com o Ajax, da 1.ª jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões. O médio do Sporting admitiu que os leões têm um grupo complicado - com Borussia Dortmund e Besiktas - mas deixou claro que "não há favoritos", vincando ainda as semelhanças que existem entre o Sporting e o Ajax.  

"Todos os jogos vão ser chave. Temos um grupo complicado. Já ouvi menosprezarem um pouco o grupo. Mas não há favoritos. Nesta competição não há favoritos. Calhou grupo com equipas excelentes e habituadas a estes palcos. Ajax tem experiência e jovens de qualidade. Acho que temos muitas semelhanças se compararmos os dois plantéis. Clubes que apostam na formação. E falo em qualidade. São clubes reconhecidos em termos europeus pela sua formação. Vai ser muito difícil o jogo de amanhã, tal como será com o Dortmund e o Besiktas", começou por referir João palhinha, em conferência de imprensa. 

Como contrariar o Ajax?
"Não vou estar a dizer como vamos contrariar (risos). Analisámos o Ajax como todas as outras equipas, esse trabalho é sempre bem feito e o Ajax dispensa qualquer apresentação. É uma equipa que está habituada a estes palcos regularmente. A maior parte de nós não teve oportunidade de jogar a Champions mas encaramos o jogo de amanha com grande motivação."

Quem está mais nervoso? Jogadores ou mister?
"Não é estar nervoso. Estamos ansiosos para que comece, ouvir o hino e usufruir desse momento único. É expectante e estamos muito orgulhosos de usufruir deste espaço, que é único.

Como se combate a ansiedade?
"Acima de tudo com a experiência. O facto de disputarmos competições únicas e grandes como Europeus, Champions e Liga Europa fazem de nós mais experientes. Mas todos reagem de maneira diferente. Estou muito feliz e ansioso para que chegue o dia de amanhã"

Champions é motivação extra?
"A energia extra é representar este clube. O nosso pensamento e motivação têm de estar sempre em altas. Aqui tem de se entrar sempre para ganhar e a motivação tem de estar amanhã, na Taça da Liga ou na Taça de Portugal. Esse sentimento tem de estar sempre presente."

Jogar ao lado de Matheus Nunes
"Temo-nos adaptado muito bem. É um excelente jogador como o Dani, o Ugarte, o Tabata… Todos têm características diferentes. Matheus é jogador que tem crescido a olhos vistos, diferente do que era o João Mário. Não vou falar muito do João Mário porque não é jogador do Sporting. Toda a gente no plantel, não só o Matheus ou o Dani, mas todos os miúdos que vêm e os que chegaram têm crescido a olhos vistos e deve-se ao trabalho que tem sido feito pela equipa técnica."

Por Record
4
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas