Da reunião entre todos às notas de culpa: tudo o que Jesus disse sobre a crise no Sporting

Treinador do Sporting falou do momento do clube na conferência a que Bruno de Carvalho assistiu ao vivo

Jorge Jesus abordou a crise no Sporting. O treinador leonino assegurou que Bruno de Carvalho lhe deu liberdade para convocar quem quisesse - mas não revelando o que aconteceu na reunião de hoje - e que as notas de culpa não foram entregues. Ao mesmo tempo, negou que a equipa se tenha recusado a treinar na sexta-feira. Tudo o que foi dito pelo treinador leonino na conferência de imprensa de antevisão ao jogo de domingo com o Paços de Ferreira, em Alvalade. De referir que Bruno de Carvalho esteve a assistir à conferência de Jesus em Alvalade, presente no auditório.

Em relação ao jogo

"O habitual de um jogo em que nós praticamente vimos de um espaço de dois dias, hoje será o primeiro treino. Não tenho ainda uma ideia global da equipa em termos do jogo que fizemos em Madrid, mas será um jogo contra uma equipa que luta pela permanência"

A paz regressou após a reunião?

"Tivemos uma reunião, tudo o que se passou fica lá dentro. O importante é a liberdade que o presidente deu para convocar os jogadores que quisesse. Jogadores ainda não estão convocados porque estou aqui mas vou convocar todos os que estão disponíveis a nível físico"

Como está a equipa animicamente?

"Tem de estar ao melhor nível dentro da situação. É uma equipa com jogadores experientes e por isso que vamos fazer amanhã é tentar garantir dentro da recuperação de Madrid estar a um nível satisfatório para vencer o Paços e ir à procura dos nossos objetivos. Cada jogo é uma final. Objetivos são contabilizados jogo a jogo. É importante que os nossos adeptos apareçam em grande número, numa demonstração do que está em jogo. Mais importante neste momento é o Sporting e não haver divisões entre os adeptos. Gostava de ver o estádio muito composto"

Jesus nega que a equipa se tenha recusado a treinar e diz o que aconteceu no treino de 6.ª feira
Equipa recusou treinar na sexta-feira?

"Não é verdade. Viajámos na sexta de manhã para Lisboa e fomos para o estádio e fomos fazer o treino de recuperação funcional. Foi isso que fizemos, nenhum jogador recusou treinar e isso seria impossível comigo. Aconteceu quando eu era jogador, quanto estive 7 meses sem ver salário e recusámos-nos a treinar. Mas no Sporting não haverá uma situação dessas. Os jogadores treinaram dentro do que foi a nossa metodologia e fiz uma reunião, uma análise do jogo de Madrid. Foi assim o nosso treino."

Jorge Jesus: «Não houve notas de suspensão e serão convocados os disponíveis»
Jogadores receberam nota de culpa? E Coentrão foi dispensado?

"Fábio estava enquadrado na nota de suspensão. Não houve nota de suspensão e serão convocados os disponíveis. Coentrão e Bryan ao intervalo tiveram problemas. Fábio vai ser reavaliado de forma a termos noção de como está. Depois do treino o nosso médico vai dar-me o diagnóstico. Se estiver em condições vai a jogo."

60
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.