Jorge Jesus: arbitragem e cultura, os números de Gaitán e a inteligência de Bruno César

Treinador do Sporting abordou vários temas na antevisão ao Paços

• Foto: Fernando Ferreira

Greve dos árbitros, as dificuldades que o P. Ferreira vai colocar e o facto de Gaitán ter sido oferecido ao Sporting foram os temas fortes da conferência de Jorge Jesus, na antevisão à partida com os castores (domingo, 18 horas).

Espera jogo difícil na Mata Real? "O Paços já é uma equipa com tradição no campeonato. O Campo da Mata, seja quem for lá, tem imensas dificuldades. Mas também é verdade que os jogos fora têm todos um grau de dificuldade acrescido. Temos de fazer o que temos feito: tentar que o nosso jogo entre com a nossa qualidade ofensiva e defensiva, sermos uma equipa com conhecimento do Paços e realista como na Champions. Vamos ter problemas durante o jogo, não atuamos sozinhos e os treinadores em Portugal têm muita qualidade, com estratégia de qualidade contra os grandes. Temos de perceber as variantes que o jogo tem, mas saber que temos capacidade para vencer."

Protesto dos árbitros. "protesto deles já foi anulado. Questões da arbitragem são sempre faladas em Portugal, é cultural, principalmente por todos os clubes. Não sei a melhor forma de inverter a situação. O mais importante é falarmos de futebol, da qualidade dos jogadores e do jogo. Os árbitros são agentes do futebol e também estão sujeitos à critica, não há forma de fugir a isso. Mas uma coisa é criticar, outra é ter intencionalidade no que se está a dizer."

Petit nunca perdeu com Jesus/diferenças para o Paços de Vasco Seabra. "É só olhar para o Paços. Não consigo analisar a diferença de uma equipa para a outra. Sei que o Petit incute muito a sua forma de jogar na ideia das suas equipas, muito competitivas e tem sido sempre assim, com mentalidade acima da realidade das suas equipas, pois como jogador atuou numa grande equipa. Vamos ter dificuldade, por isto ou por aquilo. É perceber tudo e ver de forma normal."

Acuña e Doumbia. "Acuña vai estar convocado, clinicamente está curado. Doumbia não. Foi mais recente e ainda não está completamente recuperado, por isso não estará na convocatória."

Gaitán oferecido a Sporting. "Eu é que o fui buscar à Argentina quando ele era um miúdo, sou tendencioso para falar do valor do Nico. É um grande jogador e se eu puder ter os grandes jogadores fico satisfeito. Mas uma coisa é o gostar, outra é a realidade, e a realidade, na minha previsão, é incompatível. Para aquilo em que ele está e o Sporting. Sei os números dele e penso que é impossível."

Importância de Bruno César. "Bruno tem características especiais. Ou seja, é um preciso um treinador conhecê-lo. Uma das suas qualidades é a qualidade tática. É um jogador que, com esse conhecimento, tem rendimento acima das suas capacidades técnicas. É um jogador importante para um treinador como eu que olha para o jogo com muitas variantes. É extremamente inteligente."

André Pinto no onze? "André deu boa resposta nos jogos que fez. De jogo para jogo teve melhor rendimento, fruto da confiança. É 3 em 1. Tenho três jogadores naquela posição que têm jogado mais e me dão segurança absoluta. Jogue quem jogar, estou tranquilo."

Paços mais importante que Barcelona. "Sim, porque é o própoximo e porque é a prova mais importante do nosso calendário. É extremamente importante continuar neste registo de vitórias. Vamos ter um jogo difícil mas é para vencer."

7
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas