Jorge Jesus: «Hoje o Sporting foi uma equipa com cultura de campeão»

Treinador elogia a postura e tranquilidade dos seus jogadores

• Foto: EPA

Jorge Jesus destacou a experiência e maturidade dos seus jogadores, frisando à Sport TV que o Sporting soube esperar pelos momentos certos para marcar e vencer o V. Guimarães, por 1-0.

Vitória importante?

"Muitíssimo importante. O Vitória está melhor do que na primeira volta. O Pedro tem moldado a equipa e hoje ela esteve muito bem defensivamente. É verdade que nós em oito dias fizemos três jogos, em 12 dias vamos fazer quatro. Há jogadores que, percebe-se, querem fazer as coisas rápido e bem, mas não há milagres. Principalmente aqueles que têm jogado sempre. Hoje ainda fiz uma alteração para dar velocidade no corredor com o Ristovski, mas a equipa foi pragmática. Trabalhamos um pouco em cima disto neste momento. Sabemos que pelo menos um golo fazemos. É importante não nos desorganizarmos, mantermos um equilíbrio defensivo forte e foi assim que ganhámos este jogo."

Novamente sem sofrer golos

"Quando não sofres, dás mais tempo à equipa para poder ganhar. É o que estamos a fazer. Tinha dito que há jogos em que jogamos um pouco com a cultura tática, com a confiança que a equipa tem no momento defensivo. Somos uma equipa um bocadinho cínica, com uma cultura tática de jogo como os italianos, como a Juventus faz, como nos fez a nós. Sentimos que não podemos neste momento pôr uma intensidade muito alta no jogo porque não temos capacidade para isso. A equipa joga de dois em dois dias. E pagas o preço do successo. Queres ganhar todas as competições? Em algumas vais pagar caro, isso não tenho dúvida."

Há mais pressão quando se está em primeiro ou atrás?

"Já estive nas duas. Claro que é melhor estar em primeiro, mas quando não estás há sempre asquele aspeto emocional de querer chegar ao primeiro. No primeiro lugar sabes que não podes falhar porque atrás de ti está um concorrente ou dois. Esta pressão é para os grandes jogadores, treinadores e equipas, que conseguem ultrapassar isto. Isto também se treina. Com o tempo habitua-se os jogadores a terem esta cultura de campeão. Hoje o Sporting foi uma equipa com cultura de campeão, sabendo que o jogo estava dividido. Foi uma equipa que esperou pelo momento certo. Tivemos uma do Doumbia que não fizemos, outra do Bruno no poste e agora a terceira do Mathieu que entrou."

10
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.