Jorge Jesus: «Não tivemos andamento»

Sublinha que a fadiga fez-se notar na equipa

• Foto: Pedro Ferreira

Jorge Jesus explicou a derrota desta quinta-feira diante do Valencia, frisando que o cansaço se fez notar no Sporting.

"Voltámos a fazer um treino com uma equipa forte, o Valencia é uma boa equipa. Encontrou um Sporting cansado do jogo com o Fenerbahçe. Não tivemos tempo para recuperar contra um Valencia preparado para este jogo treino. Fizemos dois jogos seguidos, uma viagem longa e ressentimo-nos. O Valencia, com a sua qualidade individual, conseguiu fazer três golos. O importante é preparar a equipa, o resultado não é o mais importante. Não tivemos andamento, porque tivemos jogo contra uma equipa que nos obrigou a correr muito. O importante é que a equipa, quando estiver menos fatigada, consiga estar ‘soltinha’ para corresponder àquilo que nós queremos no campeonato e - mais próximo - no jogo de apresentação. Aí já teremos alguns dias de descanso. Nestes jogos corremos esses riscos e os jogadores não têm a mesma qualidade tática e técnica", referiu à Sporting TV.


Sobre os novos jogadores, o técnico mostrou-se agradado mas reiterou o papel da fadiga: "Têm-se integrado bem, apesar de hoje o Bruno Fernandes estar completamente fatigado. Nem parecia o jogador que foi ontem. Quisemos dar mais carga. Todos os que jogaram fizeram-no em dificuldade. O Valencia defendeu bem, saiu muito rápido e nós não tivemos capacidade nem velocidade para os acompanhar".

Por fim, Jesus afirmou que é importante estar próximos das comunidades portuguesas, mesmo que isso implique um esforço extra da equipa: "É outra conquista que é importante. Na pré-época é importante dar condição física à equipa, mas também esta união que há com os sportinguistas que não estão em Portugal e que continuam a ter uma paixão muito grande pelo clube. Tivemos de aceitar esta calendarização para podermos estar em várias partes da Suíça. Fizemos 150 km para vir aqui jogar e depois isso nota-se nos jogadores. Nos próximos jogos? Não estaremos tão cansados. Vamos ter um dia de descanso, dará para recuperar alguma coisa. O Basileia também não é tão forte como o Valencia".

Por Alexandre Moita e Luís Miroto Simões
25
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas