Jorge Jesus: «Se calhar, vou ter problemas é para ficar com os que tenho»

Treinador projeta já um mercado de janeiro complicado

• Foto: Simão Freitas

O treinador do Sporting recusou-se esta sexta-feira a fazer grandes comentários sobre a necessidade de contratar mais um elemento para o lado esquerdo da defesa, nomeadamente Emmanuel Mas, jogador do San Lorenzo, que Record sabe ser o 'desejado' de Jorge Jesus.

"O que eu reforço é que é importante ganhar ao Tondela. Isso é que eu reforço. O mercado abre em janeiro. Ainda falta tanto tempo e, se calhar, vou ter problemas é para ficar com os que tenho. Não importa agora pensar no que pode vir a acontecer. O futebol é dia a dia, é jornada a jornada... Não faço leituras a longo prazo", assegurou o técnico da equipa verde e branca, que questionado sobre a maior ou menor adaptação dos 'reforços' contratados esta temporada, optou por discordar do termo utilizado.

"Como é natural as ideias e adaptação faz parte do crescimento de um jogador que chega a qualquer clube. Não concordo é com a afirmação 'reforços'. Para mim, não são reforços. Para mim, são jogadores que são contratados para fazer parte de um plantel. Reforços quer dizer que têm de jogar? Como treinador, não é assim que eu penso nos meus jogadores. São jogadores que vêm melhorar ou não a qualidade do plantel... Ninguém, por vir de novo, tem direito a jogar. Para mim, isso não existe!", reforçou.

Por João Lopes
20
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas