José Eduardo visado

Choque com Bruno de Carvalho

• Foto: Paulo Calado

José Eduardo, de apoiante de Bruno de Carvalho passou a opositor. Segundo fonte do Sporting, esta mudança ter-se-á ficado a dever a uma alegada nega dada pelo líder leonino ao empresário tendo em vista o cargo de diretor-geral para o futebol. Confrontado com a situação, o antigo jogador, rindo, desmentiu esta versão e garantiu que tem várias testemunhas que podem confirmar as suas palavras. "É tudo mentira, e peço desculpa por estar a rir, mas esta nem é uma situação em que é a palavra de um contra a palavra de outro! Tenho como testemunhas Eduardo Barroso e o filho, Daniel Sampaio e o filho Miguel, e João Trindade. Todos podem confirmar que isso nunca aconteceu", diz a Record José Eduardo, que ainda deixa um aviso a Bruno de Carvalho: "Se for necessário, eu posso contar toda a conversa, mas creio que não será benéfico para o Sporting. Mas se for preciso..."

Jantar de leões

A situação teria ocorrido num jantar em casa de Eduardo Barroso, outro antigo apoiante de Bruno de Carvalho que, entretanto, também já solicitou a demissão da atual direção.

José Eduardo confirma a presença num jantar no passado dia 19 de abril, em casa do cirurgião e antigo presidente da Mesa da Assembleia Geral, mas nega ter pedido o cargo a Bruno de Carvalho. "Falámos que era preciso uma pessoa para o cargo. A minha vida profissional nunca me permitiria isso", acrescenta.

Eduardo Barroso confirma versão do ex-jogador

Eduardo Barroso confirma a versão de José Eduardo, garantindo que "não foi falado" o assunto da alegada disponibilidade do ex-jogador para o cargo de diretor de futebol no jantar com Bruno de Carvalho a 19 de abril. O médico tem sido desafiado a candidatar-se mas mantém "total respeito por Bruno de Carvalho".

"Neste momento não quero ser conotado com uma parte da oposição que tem perseguido o Bruno de Carvalho. Como presidente do Sporting merece-me todo o respeito, e só gostava que ele se tivesse demitido, pois, neste momento, não é um elemento de união entre os sportinguistas. Não me confundam com os outros", apela.

O antigo dirigente também gostava que houvesse "um presidente para a parte institucional e outro para a SAD".

Por João Soares Ribeiro e Paulo Jorge Rocha
26
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas