Manuel Fernandes recorda momento em que quase rumou... ao FC Porto

Antigo capitão do Sporting lembrou trajeto como jogador e treinador e a ligação especial com Jordão

• Foto: David Martins
Manuel Fernandes fica na história como figura de proa do Sporting, depois de 12 temporadas, 433 partidas e 257 golos pelos leões. No entanto, o antigo capitão do clube de Alvalade ainda hoje se lembra do momento em que, por pouco, não rumou... ao Porto, então em 1975, ano em que vestia a camisola da CUF.

"Praticamente ofereci-me ao Sporting. Tinha ido ao Porto, porque eles queriam-me mesmo. Telefonei a uma amigo e disse-lhe: ‘Tenho de ir para o Porto, do Sporting ninguém me diz nada…'. Entretanto esse amigo conhecia outra pessoa, que deu a dica ao Sporting e foram-me buscar. Mal o Dr. Nunes Santos me telefonou, fui a correr", sublinhou Manuel Fernandes, no 'podcast' do Sporting, 'ADN de Leão'.

O antigo internacional português, de 69 anos, lembrou ainda o elo "especial" que criou com Jordão, ex-avançado do Sporting e Benfica que faleceu em outubro de 2019, com 67 anos. "Muitas, muitas saudades (emocionado) O Jordão foi a pessoa que mais gostei…", começou por frisar, visivelmente emocionado.

"Tinha um feitio especial. Quando ele chegou teve um choque com o nosso grupo, porque vinha desconfiado do Saragoça, por causa de um jogador que estava lá e com quem sempre teve divergências. Chegou ao ponto de lhe dizer: ‘Jordão, isto é um grupo, temos de estar todos bem-dispostos e com alegria no trabalho’. Depois ele sentiu o que lhe disse e começámos a ficar os 2 no mesmo quarto. Tínhamos uma relação espetacular. Jogámos juntos durante 9 anos, fizemos coisas interessantíssimas no Sporting. A maioria dos golos que marcavámos era ele que me dava ou eu que lhe dava. Tínhamos uma forma de jogar que se complementava", lembra.

Ainda no baú de memórias, Manuel Fernandes confessa sentir-se "mais do que realizado" com o que alcançou no futebol. "O momento mais feliz que tive no desporto foi a primeira vez que vesti a camisola do Sporting. Os números falam por mim. Foram 12 anos no Sporting, fui o 4º jogador com mais jogos e o 2º melhor marcador da história do clube. Para um miúdo de Sarilhos Pequenos, uma aldeia, que queria jogar nem que fosse 1 vez pelo Sporting, acabei com quase 500 jogos", remata.
Por Ricardo Granada
21
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas