Mário Patrício tem processo contra a atual direção

Engenheiro foi alvo de um processo de despedimento

• Foto: Vítor Chi
Quando Bruno de Carvalho tomou posse, em março de 2013, Mário Patrício era o diretor-geral das modalidades. No quadro de uma estratégia de redução de custos, um mês depois o engenheiro foi alvo de um processo de despedimento que afetou um conjunto alargado de funcionários. Ato contínuo, e por considerar que não existia justa causa ou justificação plausível para ter sido dispensado, o agora potencial candidato colocou um processo à atual gestão do Sporting. Ora, se for a votos, sabe Record, Mário Patrício promete esclarecer cabalmente os sócios sobre o que está de facto em causa.
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas