Nem o Natal separa esta 'comunidade'

Sul-americanos (e Bryan Ruiz) optaram por permanecer juntos em Portugal na Consoada

• Foto: Paulo Calado
A quadra natalícia é tempo de pausa para os jogadores poderem estar perto daqueles de que mais gostam. Mas isso não quer necessariamente dizer que todos se reúnam com as respetivas famílias - ou pelo menos, as de ‘sangue’. É que, além dos atletas portugueses, também grande parte do grupo de sul-americanos do plantel sportinguista optou por permanecer em ‘família’ no nosso país.

Mais do que uma decisão ‘invulgar’, visto que por norma a prioridade dos jogadores estrangeiros é a de recarregar energias no conforto do respetivos países, este é um sinal da união que por esta altura reina no balneário. Com efeito, a escolha de passar uma Consoada em tons de verde e branco foi tomada por parte dos próprios atletas, entre os quais os argentinos Battaglia, Acuña, Jonathan e Alan Ruiz; os brasileiros Bruno César e Mattheus; o uruguaio Coates, e o costa-riquenho Bryan Ruiz, este oriundo da América Central. Esta é mais uma prova de que todos se encontram perfeitamente adaptados à realidade portuguesa, inclusivamente os recém-chegados.

Diversão... sem excessos

O acordo foi dado a conhecer e aprovado pela estrutura e equipa técnica do Sporting, cientes de que esta é também uma ocasião para o reforço das relações entre todos. Ainda assim, e apesar da época festiva, o foco nos intensos meses que os leões terão pela frente está sempre presente.

É que logo após o Natal e o jogo com o Belenenses , na Taça CTT (esta sexta-feira, 29), há o sempre escaldante dérbi com o Benfica, a 3 de janeiro, duelo que se reveste de grande importância nas contas pelo título. E depois, pé no acelerador: é que, tanto em janeiro como em fevereiro, o Sporting terá seis jogos pela frente. Para além da Liga, a equipa irá decidir o futuro na Taça de Portugal (a 9 de janeiro, com o Cova da Piedade) e na Liga Europa (a 15 e 22 de fevereiro, com o Astana). Por isso, espaço à diversão, sim, mas sem excessos.

Seis foram matar saudades de casa

Ao contrário da ‘comunidade’ sul-americana, o contingente europeu (mais Doumbia) foi matar saudades de casa. Salin e Mathieu (França), Ristovski (Macedónia), Dost (Holanda) e Petrovic (Sérvia) disseram ‘até já’ a Alvalade, prevendo-se que todos regressem hoje ao nosso país, no início da preparação para o Belenenses.
Por Ricardo Granada
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas