Plantel leonino visitou IPO de Lisboa

Grupo de trabalho em peso foi conhecer exemplos de coragem de quem luta contra o cancro

• Foto: PEDRO CATARINO

Ninguém faltou à chamada. De Bruno de Carvalho a Jorge Jesus, de Rui Patrício a Slimani, de João Mário a Adrien, a equipa principal do Sporting, em peso, esteve ontem no Instituto Português de Oncologia, em Lisboa, visita acompanhada por Record. A comitiva apresentou-se nas instalações do IPO às 16h30 e saiu pelas 18 horas, depois da fotografia de família que ficou a marcar a iniciativa da Fundação Sporting.

O momento há muito que estava programado e ainda não tinha sido possível encontrar uma data, até agora, na semana que coincide com o final do campeonato. As conversas sobre o tema quente do futebol foram, por isso, inevitáveis. "Presidente, vocês merecem ser campeões", ouviu Bruno de Carvalho, aquando da passagem pelo piso da cirurgia geral. "Boa sorte para domingo", foram repetindo pacientes, médicos, enfermeiros, funcionários e visitas.

Os jogadores dividiram-se em dois grupos (um liderado por Octávio Machado, outro por BdC e JJ), para chegarem a um maior número de pessoas e em melhores condições. Distribuíram autógrafos, ‘selfies’ e palavras de ânimo. E conheceram os exemplos de coragem de quem luta contra o cancro, surpreendendo-se com a força de quem tem de lutar com a doença. ‘Retribuir’ foi um verbo de eleição. Jefferson emocionou-se e teve dificuldade em conter as lágrimas. "Isto, sim, são problemas de verdade", haveria de constatar Rui Patrício, que nos corredores da unidade de pediatria pôde rever, exposta, uma camisola que oferecera à instituição, em 2009.

Sorrisos e Fábio Julinho

O contacto com as crianças, numa sala do internamento, foi uma das etapas emotivas da tarde, descontraída e com muitos sorrisos. Fábio Julinho, de 11 anos, sobressaiu dos companheiros ao vestir-se a rigor, dos pés à cabeça. E foi ficando, feliz, junto aos ídolos, até à despedida, retratada na tal imagem para a posteridade.

Antes, ele como outros, já tinham recebido das mãos dos craques os presentes de circunstância – bolas, peluches do Jubas, pins e cachecóis. Mas mais importantes do que os objetos ontem eram os sentimentos. E nesse jogo todos saíram a ganhar, inclusive aqueles que admitiram simpatias clubísticas diferentes. Por instantes, o IPO deixou-se pintar pelo verde (e branco) da esperança. E o Sporting voltou à rotina, a pensar em Braga e em sonhos tão grandes como a vida.

Sinais de... dérbi

Já com o plantel todo reunido, os leões saíram pelo portão principal do IPO, vigiado em permanência pela Polícia durante a visita. Uma dezena de agentes acautelou a entrada dos leões para o autocarro oficial do clube, que naturalmente não passou despercebido na rua. Pretexto para adeptos do Benfica, em trânsito, puxarem pelo rival. O (longo) dérbi pela conquista da Liga termina domingo.

Por Vítor Almeida Gonçalves
4
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas