Acuña tem acordo e custa 8 milhões de euros

Leões e Racing chegaram a uma base sólida de entendimento. Extremo vai assinar por 4 épocas

• Foto: Reuters

Sim ou sim. Marcos Acuña está decidido em sair do Racing e o destino do extremo-esquerdo é o Sporting. El Huevo ainda não assinou mas está cada vez mais próximo de se tornar reforço dos leões por 4 épocas, até 2021. Segundo Record apurou, o negócio sofreu desenvolvimentos importantes nas últimas horas. Racing e Sporting alcançaram um princípio de acordo por um valor final a rondar os 8 milhões de euros, indo de encontro às pretensões de todas as partes, desde logo de Acuña, que estava a pressionar no sentido da saída.

Os apelos dos adeptos do Racing, uma proposta desesperada para o segurar e o facto de se ter juntado 2ª feira à concentração da equipa foram interpretados como sinais de continuidade, mas tal não corresponde à verdade. Acuña, 25 anos, trabalhou à parte dos companheiros, encontrou-se com o presidente Víctor Blanco e reafirmou a determinação de abandonar o clube. "Acuña é para sair. Estamos à espera que paguem a cláusula. Vai certamente resolver-se na próxima semana", insistiu ontem o presidente do Racing, Víctor Blanco, em declarações à Fox. "É bom rapaz. Tem aspirações de jogar na Europa, portanto, assim seja", contrapôs, antes de revelar que o clube que lidera pagou 700 mil dólares (612 mil euros) pela contratação de Acuña ao Ferro (que mantém 50% dos direitos económicos).

Apesar de Blanco manter a fasquia na cláusula de rescisão, o que, somando 3 milhões de euros obrigatórios em impostos, elevaria a transferência para os 11 M€, o acordo será feito por uma quantia inferior, como pretendia o Sporting. Acuña reuniu-se ontem com os dirigentes do emblema de Avellaneda e transmitiu a vontade inflexível de sair. Embora não seja um processo fechado, está de facto muito bem encaminhado e já nas mãos Bruno de Carvalho. Falta definir o modo de pagamento: o Sporting prefere repartir o esforço em prestações e o Racing exige a pronto. Pity Martinez, do River Plate, perde força.

Momento certo para dar o salto

Eleito o melhor jogador do campeonato argentino pelo diário ‘Olé’, Acuña é um ídolo no Racing. Não estranha, por isso, o esforço que os dirigentes de Avellaneda procuraram fazer para o segurar, nos últimos dias, sempre acompanhados por apelos dos adeptos para que ‘El Huevo’ continuasse. Acuña resistiu a tudo, convicto de que, aos 25 anos, este é o momento certo para dar o salto para um futebol competitivo, em busca de melhores condições financeiras. E o Racing até estava disposto a tornar o extremo no elemento mais bem pago do plantel, elevando-o ao topo da própria liga.

Por Alejandro Panfil. Buenos Aires. Argentina e Alexandre Carvalho
22
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.