Rafael Camacho deixa elogios a Rúben Amorim: «Dá para ver que é um bom treinador»

Avançado feliz pelo regresso aos treinos na Academia de Alcochete

• Foto: Sporting CP

O extremo do Sporting Rafael Camacho manifestou esta sexta-feira satisfação por voltar a treinar no relvado, depois de várias semanas em quarentena, devido à pandemia de covid-19, e deixou elogios ao novo treinador dos leões, Rúben Amorim.

"Tem sido muito bom voltar a pisar o relvado e regressar à Academia, assim como sair de casa. É totalmente diferente trabalhar aqui, mesmo que não estejamos todos juntos. É bom já termos uma data mais ou menos confirmada para o regresso dos jogos", afirmou Camacho, em declarações à Sporting TV.

A equipa 'leonina' regressou aos treinos em Alcochete no dia 20 de abril, embora em grupos separados e respeitando o distanciamento social, dada a crise sanitária provocada pelo novo coronavírus e que obrigou os jogadores a manterem a forma nos respetivos domicílios.

"Para mim foi tranquilo. Como tenho espaço em casa, consegui fazer alguns treinos e manter a forma. Esta paragem deu também para passar mais tempo com a família", referiu Camacho, frisando que, tendo em conta a paragem de seis semanas, "os treinos têm sido mais intensos".

Já o treinador Rúben Amorim mereceu elogios do extremo: "Dá para ver que é um bom treinador, até agora tem mostrado isso. Está a passar as suas ideias. O grupo está a melhorar a cada dia, em função da forma como ele quer que a equipa jogue. Acho que irá ser uma boa ajuda para e é muito bom também para nós poder ouvir o míster a querer ajudar-nos sempre. Não importa o exercício que estamos a fazer. Ele quer sempre que nós demos o nosso melhor e transmite-nos isso, o que é muito bom", afirmou o jogador.

A Liga NOS, liderada pelo FC Porto com um ponto de vantagem sobre o campeão Benfica e que foi suspensa em 12 de março, após 24 jornadas, vai regressar a partir de 30 e 31 de maio, assim como a final da Taça de Portugal, entre 'dragões' e 'águias'.

Portugal, tal como a Alemanha, vai retomar o campeonato este mês, enquanto Inglaterra, Espanha e Itália ainda ensaiam o regresso das competições, sem data marcada. Países Baixos e França já cancelaram os respetivos campeonatos de futebol, devido à pandemia de covid-19.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou cerca de 269 mil mortos e infetou mais de 3,8 milhões de pessoas em 195 países e territórios. Mais de 1,2 milhões de doentes foram considerados curados.

Por Record com Lusa

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas