Renan de vilão a herói na final da Allianz Cup

Guardião comprometeu no golo do FC Porto, mas redimiu-se nos penáltis

Video_2019_01_26_22_03_14_823

Tal como nas meias-finais, quando afastou o Sp. Braga, o Sporting voltou a sorrir no desempate por penáltis na final da Allianz Cup e, uma vez mais, com Renan a assumir papel preponderante.

Video_2019_01_26_21_30_42_708
O guardião brasileiro, de 28 anos, que já havia defendido três penáltis diante dos minhotos, voltou a ser decisivo, agora defendendo 'apenas' uma cobrança - houve ainda dois falhanços portistas, de Felipe e Éder Militão.

Um estatuto de figura que permitiu ao brasileiro 'limpar' um pouco a imagem que tinha deixado nos 90 minutos, nomaeadamente pelo facto de ter ficado mal na fotografia no lance do golo do FC Porto. Nesse momento, aos 79', Renan largou um remate de Héctor Herrera e permitiu a Fernando Andrade, na recarga, marcar o golo que na altura deu vantagem aos dragões.

Por Fábio Lima
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.