Ricciardi: «Preparamo-nos para vender Gelson e Patrício ao desbarato»

Banqueiro coloca em causa a gestão financeira do atual presidente

Em entrevista à CMTV, na qual já assumira como oposição clara a Frederico Varandas, José Maria Ricciardi explicou por que assume essa posição, colocando em causa a gestão financeira que até ao momento tem sido feita pelo presidente recentemente eleito.

"Sou oposição neste momento porque ao fim de um mês o Sporting não tem um tostão. Deve 54 milhões de euros a fornecedores e, ao contrário do que disse a Comissão de Gestão, que estava tudo controlado, o Sporting não pagou, segundo o Record, a parcela do Acuña, do Raphinha e do Battaglia. O Sporting não paga o que tem de pagar e há clubes que ameaçam ir para a FIFA. O Empréstimo Obrigacionista foi travado, segundo notícias que li, e até hoje não houve desmentido. O Sporting está em falência técnica. Preparamo-nos para vender Gelson e Patrício ao desbarato", atirou o banqueiro, que nas eleições de há um mês reuniu 14,55% dos votos.
Por Fábio Lima
19
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas