Rúben Amorim: «Mensagem? Perigo é passar depois da Champions para o campeonato»

Treinador do Sporting diz que agora a motivação estará em alta

A carregar o vídeo ...
Amorim enumera forças do Sporting: «Não damos nada como perdido, somos irreverentes e gostamos de jogar«

Rúben Amorim considera que a motivação dos jogadores do Sporting estará em altas amanhã, na receção ao Ajax, na estreia nesta Liga dos Campeões. Na conferência de antevisão ao jogo, o treinador leonino considerou as duas equipas semelhantes no perfil mas que os holandeses têm mais experiência.

Amorim confirmou os regressos de Tiago Tomás e Gonçalo Inácio e vincou que, nesta fase, não pensa em pontos mas sim em melhorar a equipa verde e branca.

Semelhanças entre Sporting e Ajax. Como se encaixam?

"São clubes com a mesma filosofia. O Ajax aposta muito na juventude e é conhecido por criar grandes jogadores, assim como o Sporting. Mas estão em momentos diferentes. Basta olhar para o momento do Ajax, o seu investimento e a experiência. Há pouco tempo estiveram nas meias-finais da Champions e têm jogadores importantes que não saíram, como o Tadic. Venderam outros mas surgiram novos talentos. É isso que Sporting tem de fazer. Ainda temos de passar vários mercados e criar vários jogadores para chegar ao momento do Ajax. A grande diferença é que às vezes esquecemo-nos que essa é a nossa filosofia e o Ajax continua sempre a fazê-lo. Estamos em momentos diferentes, mas são clubes parecidos. Equipas parecidas em juventude e experiência. O Ajax é mais experiente mas temos outras coisas. Não damos nada como perdido, somos irreverentes. Gostamos de jogar, conhecemo-nos e encaramos os jogos da mesma forma."

Distância para o Benfica no campeonato

"Não nos preocupamos muito, olhamos jogo a jogo. Em Famalicão não estivemos tão bem, devíamos ter ganhado. Contra o FC Porto fizemos um jogo muito bom. É um momento ótimo, a equipa está preparado e deve viver estes momentos. Um clássico e depois o Ajax, só pode fazer crescer eesta equipa. É um momento ótimo para viver este jogo."

Que mensagem passa na transição Campeonato/Liga dos Campeões?

"A mensagem deve ser ao contrário. É a melhor prova de clubes, o perigo é a seguir. Essa mensagem será a seguir. Agora a motivação agora vai estar em altas."

Comparação com Ajax 18/19

"São equipas diferentes. Esse Ajax jogava um futebol muito bonito e prático, com jogadores mais experientes. Não há qualquer comparação. O Ajax tem agora uma equipa com alguma experiência. O treinador manteve-se estes anos e conhece bem a filosofia do clube. Tudo isso misturado, o Ajax é muito perigoso. Temos de tentar ter bola para conseguir vencer o jogo."

Ausência de Coates e regressos de Tiago Tomás e Gonçalo Inácio

"Inácio e Tiago Tomás são mais duas opções. Sobre o peso de Pote e Coates, um foi o melhor marcador e outro o melhor jogador. Não é só o que nos dão em campo, é também fora, mas estarão junto da equipa. Tem impacto grande a falta do Coates mas teremos outro jogador no lugar dele, que dará outras coisas, não dará, sim, a experiência do Coates."

Primeiro jogo na Champions como treinador

"Ansiedade é a mesma, vontade de vencer é a mesma. Digo, sinceramente. É um jogo especial, estreia numa competição. Assim que o árbitro apita, a preparação do jogo… é sempre igual. Tem mais impacto nos jogadores. Tenho um péssimo registo na Europa e só posso melhorar… é isso que vai acontecer

Amorim estreia-se na Champions como treinador: «Tenho um péssimo registo na Europa e só posso melhorar…»

Qual a perspectiva do Sporting neste grupo?

"Não vale a pena fazer contas. O que queremos é ver se conseguimos, neste momento, competir com os melhores. Mais do que pensar no resultado. Quero ver em que ponto está a equipa e precisamos de grandes adversários. O Ajax é grande equipa e é isso que vamos tentar fazer. Ser competitivos e vamos querer ganhar o jogo."

Sarabia: preparado para ser titular e experiência pode ajudar equipa?

"Tudo pesou na decisão. Já fiz a minha escolha. Pode ou não ser. Experiência, tempo de trabalho, ligação com os colegas, forma de se posicionar e pressionar e o adversário têm peso."

Ausência de Davy Klaassen

"É um jogador que além de atacar muito bem, joga muito sem bola. Faz grandes entradas no último terço. É muito forte a pressionar os médios defensivos. É um jogador importante no Ajax mas eles não mudam a forma de jogar por nada. Têm uma cultura futebolística muito vincada e não vão mudar a forma de jogar. Irá jogar outro com características diferentes mas a ideia não vai mudar, seguramente."

Por Record
6
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas