Sporting desvaloriza decisão da CAP e estranha envolvidos

Leões lamentam presença de Lúcio Correia na decisão

• Foto: Luís Manuel Neves
O Sporting lamenta a decisão emitida pela CAP esta sexta-feira, não temendo no entanto qualquer efeito da mesma. No entender dos leões esta tem efeitos meramente desportivos, ou seja, libertando os jogadores para serem inscritos por outros clubes, mas não legais. Aliás, fonte do Sporting estranha o timing da decisão e lembra que tanto Rui Patrício como Podence já assinaram pelos respectivos clubes, Wolverhampton e Olympiakos, segundo noticiado pela imprensa, retirando ainda mais significado a esta decisão.

Para além disso, os leões lamentam a decisão da Comissão Arbitral Paritária numa altura em que esta está amputada do seu presidente, Ricardo Nascimento, que se afastou da mesma por reconhecer a existência de conflito de interesses. Recorde-se que antes, através de despacho, que juntou ao referido processo, Madalena Januário também renunciou à análise da documentação de Rui Patrício como ainda pediu escusa para intervir nos restantes oito casos, em virtude das suspeitas quanto à sua imparcialidade, que foram levantadas pelo facto de ser sócia do escritório de Tiago Rodrigues Bastos, o advogado do Sindicato dos Jogadores (SJPF) que prestou auxílio nas rescisões.

Refira-se que também Lúcio Correia, tal como sucedeu com Madalena Januário, suscita da parte do Sporting sérias dúvidas quanto à sua independência, fruto de diversas intervenções televisivas nas quais se manifestou a favor dos jogadores. Recordam ainda os leões que Lúcio Correia chegou inclusivamente a defender a descida de divisão do Sporting após o conhecimento do caso "cashball", algo que não está sequer previsto nos regulamentos.


Por Bernardo Ribeiro
28
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas