Sporting garante que já pagou à Sampdoria e afasta risco de exclusão das provas da UEFA

Clube reagiu em comunicado e admite recorrer para o TAS da decisão anunciada esta terça-feira

• Foto: Luís Manuel Neves
O Sporting está obrigado a fazer prova até 31 de janeiro de que não tem qualquer dívida à Sampdoria, sob risco de exclusão das provas europeias nas próximas três épocas. A decisão foi anunciada hoje pela Câmara de Recursos do Comité de Controlo Financeiro de Clubes da UEFA.

Ora, como Record já noticiara, o conteúdo do anúncio feito esta terça-feira pelo organismo (o risco de exclusão das competições europeias) é desmentido pelo clube de Alvalade, que garante agora em comunicado oficial que já regularizou a dívida ao emblema italiano.

O comunicado da UEFA diz que, por acordo alcançado a 26 de novembro do ano passado, o Sporting deveria ter saldado o valor em causa (1,527 M€) até 15 de janeiro, o que demonstra que, pelo menos até essa data, senão mesmo até esta terça-feira, o organismo não tinha conhecimento de que a situação estivesse ultrapassada; os leões asseguram taxativamente que pagaram a 11 de janeiro e, a despeito de considerarem que está afastado o perigo de não ir às provas da UEFA, ponderam recorrer para o TAS da decisão anunciada hoje.

Leia o comunicado do Sporting na íntegra:

"A Sporting Clube de Portugal - Futebol, SAD vem por este meio esclarecer que não há qualquer risco de potencial exclusão das competições europeias e que se encontra empenhada, como sempre, na defesa dos interesses superiores do Clube.

No passado dia 3 de Dezembro, a First Chamber do Club Financial Control Body da UEFA tomou a decisão de aplicar à Sporting SAD uma multa no montante de 250.000 euros e de indicar que a Sporting SAD teria de pagar a quantia de 1.527.000 euros devida à UC Sampdoria, sob pena de exclusão da competição europeia de clubes para que se qualificasse nas próximas três épocas. Esta decisão foi objecto de recurso interno para o Appeals Body do mesmo organismo, que optou por manter as sanções aplicadas em primeira instância.

Importa sublinhar que não só o montante em causa se encontra pago, como aliás a totalidade da dívida perante o referido clube italiano encontra-se integralmente paga desde o dia 11 de Janeiro.

Por essa razão, a sanção de potencial exclusão das competições europeias não encontra cabimento e não poderá ser aplicada.

Em todo o caso, informamos que da decisão hoje adoptada cabe recurso para o CAS, possibilidade que a Sporting SAD irá analisar logo que lhe sejam fornecidos os fundamentos da decisão, tendo em conta que, não obstante o pagamento integralmente realizado afastar definitivamente o risco de exclusão das competições europeias, continua a discordar profundamente das sanções aplicadas e do processo que conduziu a esta decisão."
Por Vítor Almeida Gonçalves
63
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas