Sporting quer VAR no futebol feminino

Membro do Conselho Diretivo Rahim Ahamad quer evitar que a modalidade "percorra o caminho das pedras"

O Sporting pretende a introdução do vídeo-árbitro (VAR) também no futebol feminino, à semelhança do que já acontece em algumas competições masculinas. Na sequência do desaire (3-1) com o Sp. Braga nos oitavos-de-final da Taça de Portugal, o vice-presidente leonino, Rahim Ahamad, alertou para necessidade de evitar que o futebol feminino "percorra o caminho das pedras e das trevas."

"Como já referimos em Braga, aquando da meia final da Taça da Liga, é essencial introduzir o VAR na luta pela verdade desportiva. Com a transmissão televisiva deste jogo, ficamos todos com provas para podermos pensar se queremos deixar o futebol feminino percorrer o caminho das pedras e das trevas ou se queremos já iluminar o caminho com o VAR. Estaremos sempre na linha da frente na defesa dos valores da transparência no desporto português", disse o dirigente à Lusa.

O Sporting de Braga qualificou-se para os 'quartos', ao receber e vencer o Sporting por 3-1, depois de ter chegado ao intervalo a perder por 1-0. Os leões contestaram muito o segundo golo da equipa minhota, marcado por Keane aos 50 minutos, alegando que a jogadora bracarense partiu de posição irregular.

29
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas