Varandas e a "claque que achava que mandava" no Sporting: «Demitia direções e passou a agredir atletas»

Presidente do clube de Alvalade aponta o dedo às "direções das últimas décadas"

• Foto: Luís Manuel Neves

Frederico Varandas voltou a criticar a claque do Sporting que "achava que mandava no clube". Em entrevista à revista E do 'Expresso', o presidente do emblema de Alvalade apontou o dedo a um "problema" que se agravou "por culpa das direções na última década".

"Fizeram das claques a sua Guarda Pretoriana para se perpetuarem no poder. E as claques apoiavam incondicionalmente a direção em troca de dinheiro e tentavam calar alguém sempre que criticasse essa direção. Esta estratégia de dirigir o clube, que se agravou com a ex-direção, além de ser uma vergonha, era sobretudo estúpida: criaram um monstro que no fim se virava sempre contra a própria direção. (...) Essa claque achava que mandava no clube: demitia direções, treinadores e passou a invadir e agredir atletas. Custasse o que custasse, teria de acabar", afirmou o dirigente.

Por Record
79
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas