Varandas e a contratação de Rúben Amorim: «Se fosse noutro clube seria uma grande jogada»

Presidente do Sporting justifica escolha e diz que a época 2020/21 arranca agora

A carregar o vídeo ...
Varandas: «Contratação de Rúben Amorim não implica um all in financeiro»

Frederico Varandas justificou esta quinta-feira a contratação de Rúben Amorim para treinador do Sporting.

"Gostaria de esclarecer algo: esta operação não implica um all in financeiro, nunca o iremos fazer. Isso fez-se há mais de dois anos e passados dois meses ia-se à conta-reserva pagar pagar salários. Esta operação não compromete as finanças do clube. Há sim uma mudança de paradigma. O orçamento para a próxima época foi decidida há meses e a contratação de Amorim não altera um cêntimo, muda sim a alocação dessas verbas. Amorim vai potenciar e criar valor. Acreditamos que o treinador certo num ano valoriza um plantel em 30 M€. Às vezes o que é aparentemente caro sai barato e o nosso critério foi a competência. O futebol português não consegue atrair grandes treinadores portugueses que estão fora e não vêm apenas por questões financeiras. Amorim dentro de poucos anos será demasiado grande para o futebol português. Se fosse apresentado daqui a 3 meses noutro clube seria ma grande jogada, aqui é um grande risco... conheço este clube e durmo bem com isso. Amorim é o treinador do nosso projeto, muito por estar alinhado na nossa visão para o futebol: apoiada na formação e sem medo de potenciar jogadores. É a nossa escolha não só pelos resultados no Sp. Braga mas pelo conhecimento que temos dele como homem, vai muito para além dos resultados desportivos em Braga. É uma mudança de paradigma e não tenho problema em investir no treinador certo. Contratamos um grande treinador mas não um milagreiro. Hoje arranca a época 2020/21 para o Sporting", disse o presidente do Sporting.

88
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas