Capital da SAD nos 4,5 milhões

Júlio Mendes cumpre promessa

• Foto: Amândia Queirós

O V. Guimarães vai proceder a um aumento de capital da SAD, reforçando os meios da entidade que gere o futebol profissional. Essa decisão já era conhecida, sendo uma promessa de Júlio Mendes, mas ainda faltava o conhecimento pleno de todos os contornos do processo. Assim, a sociedade dos vitorianos está prestes a passar de 1,535 milhões de euros de capital para 4,5 milhões.

Chegaram a surgir notícias que apontavam para um crescimento dos recursos da SAD até a um limite cifrado entre os 7,5 e os 10 milhões de euros. Todavia, a opção final foi mais contida, mas ainda assim com capacidade para suportar a aposta forte que os dirigentes pretendem realizar na melhoria do rendimento desportivo. Colocando a fasquia nos 4,5 milhões de euros, Júlio Mendes permite que o clube acompanhe o referido aumento, injetando 1,186 milhões e garantindo a sua participação de 40% no capital da SAD. Por outro lado, o investidor Mário Ferreira, que na criação da SAD subscreveu 47,9% das ações, já fez saber publicamente que pretende igualmente manter a sua posição privilegiada. Seja como for, a proposta será avaliada pelos acionistas na assembleia geral da SAD agendada para 18 de junho.

Entretanto, as contas do clube também se encontram controladas. O orçamento para 2016/17 antevê um resultado negativo de 172.500 euros, mas reduzindo o prejuízo em cerca de 55% face ao previsto no ano anterior. O Conselho Fiscal estima que a necessidade financeira para liquidação do passivo será de 1,97 milhões de euros, pelo que o clube ainda terá de encontrar 1,24 milhões para além dos 732 mil já orçamentados. A cedência de espaço no estádio para um ginásio Solinca rende 177 mil euros que a SAD transfere para o clube.

Por Vítor Pinto
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de V. Guimarães

Notícias

Notícias Mais Vistas