Conflito entre adjuntos de Vitória e Benfica termina com multa e suspensão

Douglas e Kugel-Willscheid com um jogo de castigo, mas minhotos mostram imagens e negam contacto físico

• Foto: Frame Facebook Vitória Sport Clube
Douglas e Kugel-Willscheid, respetivamente treinador de guarda-redes e preparador físico do Benfica, foram suspensos por um jogo e multados, o primeiro em 1.071 euros e o segundo em 1.530, devido a um momento de tensão entre ambos no jogo de sábado à noite, em Guimarães. O CD, através do relatório do árbitro, diz que ambos encostaram a cabeça um no outro.

O Vitória já reagiu ao castigo, defendendo Douglas e revelando ter enviado imagens à FPF, mas que o CD não considerou serem provas suficientes para mudar a decisão disciplinar.

"O Vitória Sport Clube recorreu e enviou as imagens do momento, alegando que 'com efeito, após a análise do vídeo que segue em anexo à presente pronúncia, mais concretamente entre o minuto 06:20:00 e 06:35:00, constata-se que não houve qualquer contacto físico entre os dois intervenientes. Contata-se ainda que o que aconteceu foi uma troca de palavras entre ambos, não tendo a mesma sido da iniciativa do treinador-adjunto Douglas'", pode ler-se.

"Vistas as imagens, o Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol entendeu que não eram prova suficiente de que Douglas Jesus e Yann-Benjamin Kugel-Willscheid não encostaram a cabeça um ao outro, com a seguinte justificação: 'analisada a defesa apresentada, este Conselho de Disciplina – Secção Profissional entende que não se vislumbra indiciado qualquer abalo à credibilidade probatória reforçada de que gozam aqueles relatórios oficiais, pelo que se confirma a factualidade descrita nos relatórios, com as consequências disciplinares previstas no RDLPFP. Além disso, tratando-se de decisão da equipa de arbitragem, tomada durante jogo oficial, relativa à aplicação das leis do jogo, é a mesma, na ausência de evidência de fraude, má fé ou erro óbvio, insindicável, por força do princípio da autoridade do árbitro (e por conseguinte da doutrina da field of play)'", acrescenta ainda o Vitória, reproduzindo a explicação do CD para não ter mudado a decisão disciplinar.

Médico do Vitória suspenso: "Dispam a camisola"

O médio do Vitória, António Cunha, foi expulso do jogo na reta final e foi punido com suspensão de 6 dias e multa de 270 euros. Segundo o relatório, disse à equipa de arbitragem: "7 minutos, dispam a camisola."

Entretanto, o CD também alargou o processo disciplinar n.4 desta época, respeitante à qualificação da equipa técnica do Vitória.

Por Record
16
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

Ultimas de V. Guimarães

Notícias

Notícias Mais Vistas