Júlio Mendes: «A miopia da clubite leva a que muitos não queiram ver o óbvio»

Presidente dos vimaranenses abordou encontro do passado sábado

• Foto: Manuel Azevedo

Esta terça-feira foi o presidente do V. Guimarães, Júlio Mendes, quem surgiu na conferência de imprensa de antevisão do jogo da 16.ª jornada da 1.ª Liga, onde abordou os casos do encontro do passado sábado, entre V. Guimarães e Benfica, sem querer falar concretamente de arbitragens.

"Já tudo foi dito sobre o que aconteceu no passado sábado, foi tudo visto na televisão. Felizmente os jogos da 1.ª Liga são filmados, quem quiser ficar esclarecido é só ver as imagens, apesar de a miopia da clubite levar a que muitos não queiram ver o que é óbvio. Não vamos fazer juízos. Respeitamos muito o trabalho de todos os agentes e o dos árbitros, tentam fazer o melhor que podem e ser os melhores profissionais, mas, tal como nós, nem sempre conseguem estar à altura do exigível. O julgamento dos lances está feito", afirmou Júlio Mendes, adiantando ainda aguardar pelo parecer do departamento jurídico do clube para decidir se avançam com uma participação.

Recorde-se que no final da partida entre V. Guimarães e Benfica, disputada no sábado houve uma troca de palavras acesa entre Carlos Xistra e Sérgio Conceição, que pode ver aqui. Segundo o treinador dos minhotos, o árbitro tinha-lhe chamado "burro" e depois pediu desculpa. Caso esta acusação seja provada, Carlos Xistra arrisca uma suspensão que pode ir até 15 jogos. A CMTV recorreu a uma especialista de leitura labial para "legendar" o que disse o árbitro.

Por Marta Correia Azevedo
6
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de V. Guimarães

Notícias

Notícias Mais Vistas