Luís Castro: «Foi o segundo jogo do campeonato em que o Santa Clara não marcou golos»

Treinador satisfeito com exibição e vitória sobre o Santa Clara

• Foto: Simão Filho

Luís Castro ficou muito agradado com a exibição e triunfo do V. Guimarães sobre o Santa Clara. O treinador salientou a consistência defensiva da sua equipa, mostrando satisfação também pelo que a equipa fez ofensivamente.

"A vitória é importante, não só porque vai parar o campeonato. Premeia um jogo bem jogado, em que chegámos juntos à frente, em que soubemos reagir à perda e ter rigor no processo defensivo. Foi o segundo jogo do campeonato em que o Santa Clara não marcou golos. Hoje, há um sentimento de dever cumprido, com um prémio também merecido, o dos três pontos.

Aproxima-se bastante [daquilo que eu quero da equipa], num contexto difícil. O Santa Clara tinha 14 pontos. Tinha feito um bom conjunto de jogos, e esteve bem hoje, mas não os deixámos fazer mais hoje. Criámos muitas situações de golo, com triangulações interessantes. Os jogadores sabem o que eu quero e senti-os felizes no final do jogo. Estamos também felizes por oferecermos à massa associativa o que mais quer: ganhar.

Toda a equipa demonstra uma consistência muito forte, quer a atacar, quer a defender. Já disse que as equipas só atacam bem, quando estão equilibradas defensivamente. Todos os jogadores participaram no processo defensivo e no ofensivo

O 1-0 [resultado que prevaleceu na maior parte do jogo] é um resultado muito apertado, que não nos provoca desconfiança, mas desconforto. Mas isso acontece com 2-0. Muitas vezes, o 1-0 até provoca mais concentração e rigor e o 2-0 mais relaxe na equipa. O Vitória esteve sempre muito dedicado e rigoroso ao jogo. Isso deu tranquilidade à equipa técnica.

Tenho por princípio, como treinador, fazer contas no fim. Se estivesse no segundo ou no terceiro lugar, dizia o mesmo. Se estivesse no 12.º lugar, igual. Agora, quantos mais jogos ganharmos, mais confiança a equipa sente. Vamos prosseguir os objetivos até ao limite das nossas forças e aos limites matemáticos", disse.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de V. Guimarães

Notícias

Notícias Mais Vistas