Pedro Martins realça importância de vencer o Estoril

Quer consolidar resultados e clarificar classificação

• Foto: Pedro Ferreira

O treinador do Vitória de Guimarães, Pedro Martins, disse esta sexta-feira ser muito importante vencer o encontro de domingo com o Estoril, da 8.ª jornada da Liga NOS, para a sua equipa ganhar terreno na classificação.

O técnico da equipa vitoriana, sexta classificada, com 11 pontos, a um do quinto lugar, que garante o acesso à Liga Europa e é ocupado pelo Chaves, referiu que, nesta fase do campeonato, "começa a haver alguma clarificação da classificação", pelo que o grupo olha para o duelo com os canarinhos como uma "final".

"Queremos continuar o nosso caminho e sabemos o quão importante é conseguir um bom resultado na Amoreira. É um jogo de grau de dificuldade elevado, que queremos vencer", adiantou, na conferência de imprensa de antevisão à partida.

O timoneiro minhoto elogiou a equipa orientada pelo técnico Fabiano Soares, lembrando que alcançou duas vitórias, um empate e uma derrota nos últimos quatro desafios, depois de um "mau início", e anteviu um jogo "positivo" e "agradável" entre duas equipas com "jogadores tecnicamente evoluídos".

"O Estoril tem jogadores de qualidade, alguns ainda em adaptação ao futebol português, mas outros já com experiência na liga. Jogar contra o Estoril, em sua casa, normalmente nunca é fácil, pois cria muitas dificuldades aos adversários", explicou.

Pedro Martins avançou que, depois do encontro da Taça de Portugal com o Santa Iria (vitória por 2-1), onde fez muitas alterações no onze, vai utilizar novamente uma equipa mais parecida com a do campeonato, revelando que o médio Rafael Miranda, ausente no último jogo da liga, com o Sporting (3-3), já está a "100%".

O técnico revelou ainda que João Aurélio, futebolista que começou a época como lateral-direito, mas iniciou o jogo frente ao Santa Iria na zona mais recuada do meio-campo, está a treinar como médio, em virtude dos problemas "pontuais" no setor.

Questionado sobre a declaração do presidente do clube, Júlio Mendes, que classificou o atual plantel como um dos melhores da história do clube, o treinador disse que o grupo de trabalho lhe "satisfaz" e dá "garantias de uma boa época", mas recordou também a equipa vitoriana que desceu à 2.ª Liga em 2005/06.

"Tenho a noção de que o Vitória, quando desceu de divisão, tinha provavelmente o melhor plantel de todos os tempos. Isso, por si só, não é garantia de sucesso. O sucesso é o compromisso de toda a gente focada no que é essencial", reiterou.

O treinador comentou ainda o sorteio da quarta eliminatória da Taça de Portugal, hoje realizado, que ditou um embate entre o Vitória e o Boavista, no Estádio do Bessa, no Porto, notando que as "ambições" vitorianas continuam intactas" para um jogo de "rivalidade grande entre dois históricos".

O Vitória de Guimarães, sexto classificado, com 11 pontos, defronta o Estoril, 14.º, com sete, no domingo, pelas 18 horas, no Estádio António Coimbra da Mota, em partida que será dirigida pelo árbitro Carlos Xistra, da associação de Castelo Branco.

Por Lusa
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de V. Guimarães

Notícias

Notícias Mais Vistas