Peseiro crê que jogo "aberto" com Feirense pode beneficiar Vitória

Antevisão do encontro da 31.ª jornada da Liga NOS

• Foto: Simão Freitas
O treinador do Vitória de Guimarães, José Peseiro, considerou esta sexta-feira que a equipa pode aproveitar a necessidade do Feirense, último classificado, "jogar no risco" na partida da 31.ª jornada da Liga NOS.

Nonos classificados da prova, com 37 pontos, os minhotos defrontam o lanterna-vermelha, com 24, no sábado, às 18h15, e, na visão de Peseiro, o jogo é "praticamente decisivo" para o adversário, e, à partida, será "mais aberto" do que o último jogo da sua equipa, ante um Vitória de Setúbal (1-1), que se apresentou fechado, em Guimarães.

"É uma equipa que vai jogar no risco, e podemos tirar vantagem disso", realçou o técnico, na conferência de imprensa ao encontro marcado para o estádio Marcolino de Castro.

O treinador acrescentou que os vitorianos terão de saber "trabalhar os momentos do jogo", acelerando quando têm espaço e preparando esse espaço quando não o tem, para se imporem diante de uma equipa habitualmente "muito determinada" e até "capaz de alguma audácia" contra "equipas que têm outros argumentos".

"É uma equipa que cria dificuldades às equipas que estão no topo. No último jogo em casa, empatou com o Braga [2-2]. Depois, perdeu nas Aves [1-0]. O estado de espírito é de máxima motivação. É uma equipa que quer vencer para se manter na luta para não descer", descreveu.

Peseiro admitiu, por isso, que, apesar de gostar mais de "dominar o jogo em posse", a equipa tem de "jogar em transição ofensiva", um registo mais próximo da identidade do plantel que herdou do treinador Pedro Martins, composto por "jogadores rápidos e que procuram o espaço".

Com duas derrotas nos dois jogos fora de casa até agora disputados ao serviço do Vitória - 2-1, com o Portimonense, e 2-0, com o Benfica -, o técnico reconheceu que a equipa, para corrigir tal registo, precisa de "demonstrar mais vezes" que tem melhorado, à semelhança do que mostrou, há duas semanas, com o Rio Ave (triunfo por 3-0), mas não com os sadinos.

Peseiro sublinhou, porém, que os setubalenses, no jogo anterior, colocaram problemas para os quais os seus pupilos não estavam "preparados", até porque os seus quase dois meses de trabalho em Guimarães se têm concentrado sobretudo em "melhorar o processo defensivo" - o Vitória tem a quarta pior defesa da prova, com 52 golos sofridos.

Questionado ainda sobre a luta pelo quinto lugar, do qual os vimaranenses distam sete pontos - o Rio Ave ocupa a posição, com 44 -, o treinador realçou que o grupo de trabalho está apenas focado "jogo a jogo", apesar de querer vencer as quatro partidas que faltam.

Tal como o lesionado Hurtado, o avançado Welthon vai falhar o jogo em Santa Maria da Feira, após ter contraído, na quinta-feira, uma lesão na região posterior da coxa esquerda, que vai ser ainda sujeita a uma ressonância magnética,

O V. Guimarães, nono classificado, com 37 pontos, defronta, no sábado, às 18h15, o Feirense, 18.º e último, com 24, em jogo da 31.ª jornada da Liga NOS, que vai decorrer no Estádio Marcolino de Castro, em Santa Maria da Feira.
Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de V. Guimarães

Notícias

Notícias Mais Vistas