Álvaro Pacheco: «Com calma e tranquilidade, o Vizela vai fazer o campeonato que pretende»

Treinador do Vizela assumiu que a derrota é justa, apesar do resultado ter sido muito desnivelado

• Foto: LUSA / EPA

O Vizela somou este domingo a segunda derrota na Liga Bwin ao perder (0-4) na deslocação ao terreno do Vitória de Guimarães, em jogo da terceira jornada da prova.

No final da partida, Álvaro Pacheco atribuiu a justiça do resultado à turma orientada por Pepa, apesar de assumir que o mesmo acabou por ser um pouco desnivelado. 

"É uma vitória justíssima, o Vitória foi melhor que nós. Muito por causa da nossa debilidade. Na primeira parte, houve algum equilíbrio. Sabíamos que o Vitória era muito forte pelos corredores e tínhamos de compensar no corredor central. Faltou-nos um pouco mais de bola para fazermos as nossas ligações", começou por dizer o técnico dos vizelenses, em declarações aos microfones da Sport TV.

Caudal ofensivo do Vitória e golo anulado
"Na segunda parte, o Vitória entrou muito forte e com um caudal ofensivo muito grande. Na nossa melhor fase, mas também faz parte do jogo, marcámos mas o golo foi anulado e isso abalou-nos um bocadinho. O Vitória continuou com o seu caudal. Estávamos em superioridade numérica, perdemos a bola e fizemos um penálti. Parabéns ao Vitória, fez um bom jogo. Estamos a passar por uma fase que passamos na última temporada, de adaptação dos jogadores."

Contratações a conta-gotas
"Vamos aprender com o jogo, infelizmente queríamos ter o plantel fechado mais cedo, mas somos criteriosos na escolha. Com calma e tranqulidade, o Vizela vai fazer a temporada e o campeonato que pretende. Merecíamos, pelo menos, fazer um golo. A vida continua."

Lesão de Cassiano
"Sofreu uma dor muscular. Ainda para mais no início do jogo, quando ainda não estava cansado. É um jogador importante para a nossa equipa e eu gosto de ter todos os jogadores disponíveis", terminou.

Por Sérgio Magalhães
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Vizela

Notícias

Notícias Mais Vistas