Aves toma posição sobre salários e garante intenção de normalizar a situação

SAD reagiu em comunicado e explicou-se com a paragem da atividade económica na China

A SAD do Aves ainda não conseguiu regularizar os salários de janeiro e fevereiro e, este domingo, explicou o porquê de o caso estar tão atrasado.

Num comunicado publicado no seu site, o emblema avense apontou a paragem da economia chinesa, provocada pelo coronavírus, como a razão principal, reiterando, ainda assim, confiança total due que esta situação se irá inverter.

Na mesma nota, o Aves garantiu a intenção de normalizar a situação o quanto antes e, assim, cumprir com as suas obrigações.

Eis o comunicado na íntegra:

"Dadas as declarações de vários jogadores do clube vindas a público nas últimas horas, por causa da situação de incumprimento salarial e das suas consequências na vida dos profissionais do clube, a SAD do CD Aves vem a público explicar, uma vez mais, que esta situação se deve ao facto da atividade económica da China ainda não ter sido retomada a cem por cento e de isso vir a impedir os seus responsáveis de fazer a gestão interna esperada, situação de que Portugal vem tomando noção nos últimos dias, com os constrangimentos impostos na vida dos portugueses por causa do Covid-19. Neste contexto de contágio galopante, acreditamos que nem as medidas entretanto tomadas pela Liga portuguesa cheguem a tempo para atenuar a situação.

A toda a esta situação juntam-se os maus resultados da equipa, que também não têm ajudado a SAD do CD Aves, limitando-lhe as transferências na janela de inverno e impedindo-a de reforçar o plantel. Apesar deste contexto adverso, a SAD do CD Aves reforça a intenção de cumprir com as suas obrigações e de normalizar todas as situações o mais rapidamente possível.

A direção

Por Pedro Morais
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Aves

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.