Balneário dos árbitros nas Aves volta a dar problemas: outra vez água a ferver

Situação foi de novo reportada no relatório de Rui Costa

• Foto: Peter Spark / Movephoto

O balneário dos árbitros no Estádio do Aves continua a ter um problema com a água do chuveiro. Pelo segundo jogo consecutivo em casa, a equipa de arbitragem liderada por Rui Costa (foi o mesmo juiz em ambas as partidas) não pôde tomar banho no espaço que lhe era destinado. Mas, ao contrário do que acontecera no encontro com o Gil Vicente, desta vez foi-lhes dado acesso a outro balneário.

"Quando a equipa de arbitragem ia tomar banho, a água estava excessivamente quente, obrigando esta a tomar banho noutro balneário", pode ler-se no relatório do árbitro do encontro com o Sp. Braga (vitória do Aves por 1-0), disponível no site da FPF.

As queixas são semelhantes às apresentadas no anterior jogo do Aves em casa, disputado a 8 de novembro, diante do Gil Vicente (1-2). Nessa altura, o árbitro da AF Porto relatou que "no final do jogo, a equipa de arbitragem não tinha condições para tomar banho, saía pouquíssima água e a ferver".

1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Aves

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.