Eleições no Aves agendadas para 9 de maio

Prazo para candidaturas estende-se até 29 de abril

As eleições para os órgãos sociais do Aves para o biénio 2020/2022 vão realizar-se a 9 de maio, no Estádio do CD Aves, anunciou esta quarta-feira o 18.º e último classificado da Liga NOS.

"As candidaturas devem ser feitas em lista completa para todos os órgãos sociais e dar entrada na secretaria do clube até às 18h00 horas do dia 29 de abril de 2020, acompanhadas dos termos de aceitação de todos os candidatos", explica a convocatória, assinada pelo presidente da Mesa da Assembleia Geral, Nuno Lima Cardoso.

As eleições decorrerão entre as 14 e as 17 horas, seguindo-se uma reunião magna do clube avense para a tomada de posse dos novos corpos sociais, dois atos suscetíveis de receberem "nova convocatória", em função da evolução da pandemia de Covid-19.

Na liderança do Aves desde a temporada 2010/11, Armando Silva, de 56 anos, foi reeleito sem oposição em abril de 2018, com 90% dos votos, dois meses antes de assistir a mudanças na administração da SAD, constituída em agosto de 2015, com 70% do capital detido pelo grupo de investidores 'Galaxy Believers'.

Alegando divergências com os restantes membros da sociedade anónima, o então presidente brasileiro Luiz Andrade apresentou a demissão e foi substituído pelo chinês Wei Zhao, que já era acionista maioritário da empresa ligada ao marketing desportivo, a par de Hongmin Wang, passando a deter 90% do capital da SAD avense.

Após a conquista inédita da Taça de Portugal, em 2017/18, os nortenhos fizeram história com a segunda manutenção consecutiva na I Liga, numa época em que assinalaram a estreia do escalão sub-23 com os títulos da Liga e Taça Revelação, mas têm sofrido contrariedades desportivas e financeiras desde agosto.

O Aves ocupa o 18.º e último lugar da Liga NOS, com 13 pontos, a nove da 'linha de água', numa fase em que a prova está suspensa por tempo indefinido, devido à propagação do novo coronavírus, e o plantel principal suspendeu os treinos na quinta-feira, face ao atraso não pagamento dos salários de janeiro e fevereiro.

A situação também afeta a equipa sub-23, quinta classificada da fase de apuramento do campeão da Liga Revelação, e arrasta-se desde o mês passado, quando Wei Zhao justificou a demora no pagamento do mês de dezembro com a paralisação dos serviços na China desde o início do ano, motivada pela pandemia de Covid-19.

O coronavírus responsável pela pandemia da Covid-19 infetou mais de 194 mil pessoas, das quais mais de 7.800 morreram. Das pessoas infetadas em todo o mundo, mais de 81 mil recuperaram da doença.

O surto começou na China, em dezembro, e espalhou-se por mais de 150 países e territórios, o que levou a Organização Mundial da Saúde a declarar uma situação de pandemia.

Por Lusa

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Aves

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.