Já há acordo total na questão dos ordenados

Armando Silva, presidente do clube, participou ativamente nas negociações, coadjuvando Wei Zhao, líder da SAD

• Foto: José Reis/Movephoto

Já há acordo total no Aves para o pagamento dos ordenados, depois das negociações entre os capitães de equipa e em que Armando Silva, presidente do clube, participou ativamente, coadjuvando Wei Zhao, líder da SAD e provando que as duas partes voltam a estar em perfeita sintonia.

Os pormenores do acordo são estes: ordenado de março é pago na totalidade, apesar da interrupção da atividade a meio do mês; salários de abril e maio sofrem uma redução de 35 por cento, mas a mesma será reposta, respetivamente, a 5 de agosto e a 5 de setembro; o mês de junho (se o campeonato for reatado) será pago a 100 por cento, mas se isso não acontecer sofre a mesma redução de 35 por cento e que será devolvida a 5 de outubro.

Registe-se que nenhuma destas condições está dependente da prestação desportiva até final da época. Ou seja, se se confirmar, por exemplo, que o Aves desce de divisão, este acordo mantém-se tal como está.

Por António Mendes
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Aves

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.