Nuno Manta Santos pede inteligência ao Aves para contrariar estratégia do Boavista

Depois da vitória caseira sobre o Portimonense, os avenses procuram replicar os índices de finalização

• Foto: Lusa

O treinador Nuno Manta Santos pediu este sábado que o lanterna-vermelha Desportivo das Aves tenha inteligência para superar um "jogo muito tático" na receção ao Boavista, em partida da 18.ª jornada da Liga, agendada para domingo.

"Sabemos do nosso lugar, mas temos de encontrar inteligência suficiente para somar os três pontos. Será um jogo extremamente competitivo e muito estratégico, pelo momento e pelas características das equipas, e a vontade de vencer tem de estar presente", disse o técnico, na conferência de antevisão ao duelo, no Estádio do CD Aves.

Depois da vitória caseira sobre o Portimonense (3-0), os avenses procuram replicar os índices de finalização que fixaram o triunfo mais folgado da temporada, tendo Nuno Manta Santos recomendando uma entrada ao ataque desde o apito inicial.

"Faremos tudo para chegar ao golo primeiro que o adversário. É fundamental entrarmos a vencer ou será muito complicado conseguirmos dar a volta, já que o Boavista se fecha bem e tem características para jogar num bloco médio/baixo", notou.

Sem vencer há cinco rondas, os 'axadrezados' introduziram "nuances diferentes" no plano ofensivo com a substituição de Lito Vidigal por Daniel Ramos, embora mantenham uma "cultura de disciplina e rigor, com jogadores muito agressivos na disputa de bola".

"Antes tinham princípios defensivos bem solidificados e estavam prontos a explorar as transições e a bola parada. Com o Daniel Ramos começamos a reparar numa maior elaboração das primeira e segunda fases de construção, além de um 'onze' com jogadores diferentes daqueles que o ex-treinador usava", analisou.

Confirmando a disponibilidade dos reforços Jonathan Buatu, Oumar Diakhité e Marius Mouandilmadji, Nuno Manta Santos frisou que o Aves continua "atento ao mercado" e esperançado em ultrapassar diversas "finais" rumo ao objetivo da permanência.

"A última vitória deveu-se muito ao trabalho da semana anterior. Animicamente veio consolidar toda a nossa evolução semanal e oferecer mais confiança aos atletas sobre o que estamos a fazer. A exigência é grande e não podemos falhar", alertou.

Sufocado pela urgência de pontos, o emblema do concelho de Santo Tirso encontra no histórico de confrontos com os 'axadrezados' um fator motivacional, já que venceu as últimas três receções para a I Liga sem sofrer qualquer golo.

O Desportivo das Aves, 18.º e último colocado, com nove pontos, a seis da 'linha de água', recebe o Boavista, na 12.ª posição, com 19, no domingo, às 20:00, no Estádio do CD Aves, numa partida da 18.ª jornada da Liga NOS, que terá arbitragem de Hugo Miguel, de Lisboa.

Por Lusa
  • Aves
    -
    Boavista
  • (1)
    (X)
    (2)
  • 2.6
    3.15
    2.85
  • *Odds sujeitas a variação. Consulte o valor actual desta odd em www.nossaaposta.pt
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Aves

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.