Bakic pretendido e Crislan oferecido

Ambos podem ser reforços no âmbito da transferência de Sturgeon para Braga

• Foto: Nuno André Ferreira

A transferência de Sturgeon para o Sp. Braga em janeiro é um dado praticamente adquirido, mas os moldes em que o negócio vai fazer-se estão indefinidos devido às contrapartidas que o Belenenses pretende ver concretizadas. Isto é, o regresso de Bakic – desejado no Restelo desde o último defeso – e a vinda de um avançado, que poderá ser Crislan.

Para já, é ponto assente que a transferência de Sturgeon – tem contrato até final de 2018 e cláusula de 7,5 milhões de euros – vai render aproximadamente 1 milhão de euros. O extremo, recorde-se, esteve suspenso por recusar renovar contrato e a sua própria vontade de abandonar o Restelo será decisiva em todo o processo. Acrescente-se que esta é a última oportunidade de a SAD realizar algum encaixe, visto que a renovação não vai acontecer.

As contrapartidas

No sentido do Restelo, Bakic é um sonho, mas a sua dispensa pelos bracarenses a título de empréstimo não é uma certeza. Depois da lesão de Mauro, e apesar de não atuar na mesma posição, a saída do montenegrino só vai ocorrer no caso de José Peseiro conseguir um jogador para o meio-campo. Por outro lado, o técnico pretende que Bakic jogue com regularidade e, vendo o jogador a rumar a Belém, essa garantia estará assegurada.

Quanto a Crislan, está cedido ao Tondela, clube onde teve problemas disciplinares, mas pode seguir o caminho do Restelo em janeiro, dado que foi oferecido ao Belenenses no âmbito do negócio de Sturgeon. Não é certo que isso aconteça, até porque os azuis estão também no mercado em busca de um extremo experiente, mas adivinham-se mais novidades no decorrer dos próximos dias.

Por João Pedro Abecasis
1
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Belenenses SAD

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.