SAD responde a Patrick Morais de Carvalho: «Sermos expulsos do Restelo é vingança»

Várias críticas ao presidente do clube

Depois da entrevista concedida por Patrick Morais de Carvalho a Record, a SAD do Belenenses, em comunicado, deixou várias críticas ao presidente do clube.

"Se a A.G. do CFB votar a favor da denúncia do Protocolo entre o CFB e a SAD, na próxima época a equipa profissional do Belenenses não poderá jogar no Estádio do Restelo. Nas propostas apresentadas pelo Dr. Patrick Morais de Carvalho há situações absurdas, como uma gestão do relvado de jogo semelhante ao alojamento local ou à cedência de espaços em associações recreativas ou amadoras, que nenhuma equipa da II Liga aceitaria", pode ler-se no comunicado onde a SAD deixa ainda a certeza de que Patrick Morais de Carvalho está a vingar-se "depois de duas derrotas pesadas em tribunal".

"Em vez de se demitir ou de abandonar a sua estratégia de confronto com a SAD, o Dr. Patrick Morais de Carvalho continua em direção ao abismo e o novo (talvez último) passo é impedir a equipa do Belenenses de jogar no Restelo. Se não consegue ser Presidente da Belenenses SAD, faz chantagem com o Estádio do Restelo. Que fique claro para todos que a Belenenses SAD não aceita nem cede a chantagens. A equipa a jogar fora do Estádio do Restelo e este, em poucos anos, ficar no estado de degradação em que está a piscina do Restelo – este é o futuro que o Dr. Patrick Morais de Carvalho tem para oferecer ao Belenenses. Ser agora expulsos do Estádio do Restelo é uma atitude de vingança ao nível dos garotos que acabam com os jogos nos recreios das escolas porque naquele dia a bola é deles".

Por fim, a administração da SAD dos azuis deixa a garantia de "um Belenenses cada vez mais forte, em que até já assumiu um papel decisivo num movimento que se insurgiu contra o condicionamento desportivo que 3 clubes impõem há décadas no futebol português".

"Independentemente do sentido da votação da A.G de amanhã do CFB, a Belenenses SAD deixa já aqui enumerados e prometidos os seus planos para o crescimento futuro e para elevar o orgulho de ser Belenense: (i) normalização das relações com o CFB, logo que assegurado o respeito recíproco dos direitos, competências e atribuições de cada um, o que, sem hipocrisia, não é possível com o Dr. Patrick Morais de Carvalho; (ii) continuar a lutar pelo fim do oligopólio desportivo de F.C Porto, Sporting e Benfica; (iii) constituição imediata da equipa B e, logo que a normalização das relações com o Clube o permita, assegurar a total sintonia e simbiose da equipa profissional com os escalões de formação", garantindo ainda que "a Belenenses SAD não treme, tem o seu caminho de crescimento perfeitamente definido e assegura à massa adepta e simpatizante do Belenenses que, por maiores que sejam o caos e a destruição do património material e imaterial do Belenenses resultantes da atuação da atual Direção do CFB, a equipa de futebol do Belenenses continuará a crescer e a defender orgulhosamente os símbolos e a história do Belenenses, no lugar que é o seu entre as grandes equipas de Portugal e como sua única e exclusiva representante no futebol profissional".

Por André Ferreira
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Belenenses SAD

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0