Tandjigora está de volta

Derrota no jogo-treino em Mafra marcada pela entrada do médio, após 11 meses lesionado

• Foto: Ricardo Nascimento
PUB

Tandjigora regressou aos relvados. O internacional gabonês voltou a jogar depois de 11 meses afastado devido a uma lesão grave – rotura do ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo – que o obrigou a ser operado, interrompendo uma época na qual estava a ser um dos destaques dos azuis.

O médio já estava a treinar-se com o plantel e ontem, na 2ª parte do jogo-treino com o Mafra, que os azuis perderam por 2-1, voltou finalmente a jogar. Resta-lhe agora ganhar ritmo competitivo para poder voltar a lutar por um lugar no meio-campo, não sendo de excluir a possibilidade de alinhar em alguma partida da Liga Revelação, ou seja, na equipa de sub-23.

Quanto ao jogo, Silas apostou num onze com algumas novidades, até porque alguns jogadores estão nas seleções, e nem levou outros a Mafra, como o guarda-redes Muriel e o avançado Tiago Caeiro. A equipa da 2ª Liga adiantou-se na sequência de um canto, com o defesa-central Ventosa a finalizar. O Belenenses igualou na 2ª parte, num remate indefensável do brasileiro Henrique. No entanto, o golo não foi suficiente para evitar um resultado negativo, pois Vinícius Tanque voltou a colocar o Mafra em vantagem, com um remate à entrada da grande área.

Allianz Cup

Regressado da curta deslocação a Mafra, o plantel entrou de folga e só volta a treinar-se na terça-feira de manhã, no Jamor. Nessa altura, Silas vai começar a preparar a deslocação à Póvoa de Varzim, onde no domingo o Belém joga para a Allianz Cup. Esse será o único encontro do Grupo C que os azuis farão como visitantes. Depois recebem o Chaves, a 31 de outubro, e o FC Porto, a 28 de dezembro.

Por Miguel Amaro
Deixe o seu comentário
PUB