Record

Cafú: «Sinto-me realizado por ter marcado»

ESTREOU-SE A TITULAR COM GOLOS IMPORTANTES

O jovem atacante que aproveitou as ausências de José Afonso (lesionado) e Marcão (castigado), admite que o que lhe tinha faltado até então “era jogar uma partida completa”
Cafú: «Sinto-me realizado por ter marcado» • Foto: Fernando Ferreira
CAFÚ estreou-se da melhor maneira como titular do Belenenses. O avançado, que aproveitou as ausências de José Afonso (lesionado) e Marcão (castigado), foi o homem do jogo da formação do Restelo ao apontar dois golos em quatro minutos, o que permitiu aos azuis igualarem a partida, tendo, já no último minuto, Filgueira obtido o golo da vitória.

O jovem atacante da formação de Marinho Peres, que até agora já tinha jogado em quatro partidas, mas nunca a titular, cumpriu em pleno a sua missão, considerando que o que lhe faltava era fazer um jogo completo.

“Estou muito contente. Sinto-me realizado, pois no primeiro jogo que fiz como titular marquei dois golos. Foi bom, sobretudo, porque a equipa conseguiu obter três pontos.”

Questionado sobre o que motivou a equipa a dar a volta ao resultado, tanto mais que esteve a perder por 2-0, o avançado afirma: “Mesmo a perder por 2-0, acreditámos que podíamos dar a volta ao resultado, já que o Sp. Braga não tinha sido superior até então. Teve foi a sorte de, em dois lances, marcar outros tantos golos. O segredo esteve no facto de acreditarmos. Merecemos a vitória.”

O número 17 do Restelo em apenas quatro minutos igualou o marcador, facto que terá surpreendido os minhotos. “Penso que a defesa do Sp. Braga não estava à espera, sobretudo o guarda-redes. Aqui, o factor surpresa foi importante.”

Quanto ao facto de não ter tido grandes oportunidades, Cafú minimiza a situação e adianta: “Tive oportunidades, mas quando entrava era só alguns minutos. Assim é difícil entrar no ritmo. No entanto, compreendo que José Afonso e Marcão joguem, pois eles têm feito golos e cumprido. O importante é corresponder sempre que for chamado e isso aconteceu em Braga.”

Relativamente ao próximo jogo, o avançado delega em Marinho Peres as opções, numa altura em que Marcão regressa após castigo e José Afonso já deve estar recuperado.

”Estou tranquilo. O treinador é quem sabe. Trabalho para estar ao melhor nível sempre que for chamado, pois o importante é o Belenenses vencer.”
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Belenenses

Notícias

Notícias Mais Vistas

M