Novas oportunidades

Rui Vitória atento a todo o plantel

• Foto: Duarte Roriz

Rui Vitória vai aproveitar o jogo de sábado, com o Santos, e a partida com o 1º Dezembro, relativa à Taça de Portugal, para otimizar a gestão do plantel. Unicamente com 14 jogadores disponíveis para a partida no Brasil – Paulo Lopes ficou em Lisboa – devido à cedência dos internacionais às respetivas seleções e às lesões, o treinador do Benfica não hesitou em voltar a apostar em jovens da equipa B para colmatar as ausências. E este particular de amanhã, com o Santos servirá também para observar a integração em campo e fora de alguns jovens valores, como são os casos de Rúben Dias (central), Yuri Ribeiro (lateral), Diogo Gonçalves (avançado), Dálcio (avançado), Alan Benítez (lateral) e José Gomes que terminou a participação na Seleção de sub-19 para viajar.

O principal objetivo do responsável técnico é aproveitar os dois próximos jogos para dar minutos de competição a alguns futebolistas que têm sido menos utilizados na fase inicial da temporada e, por outro lado, dar minutos a jovens jogadores que, desta forma, aumentam os níveis de motivação tendo em vista a integração no plantel principal a curto prazo.

No primeiro quadro incluem-se jogadores como Celis, Danilo e Jovic. Deste trio só o internacional colombiano teve a oportunidade de jogar na equipa principal, mas sempre a espaços na condição de suplente utilizado. Já Danilo, que só deixou o boletim clínico na semana passada, alimenta a esperança de somar os primeiro minutos e começar a ganhar o ritmo competitivo que lhe permita poder começar a disputar um lugar na equipa. Jovic, que na época passada foi a quarta opção para o ataque, só tem sido utilizado na equipa B, pois Rui Vitória decidiu apostar na promoção de José Gomes.

Casos distintos

Na comitiva seguem também Carrillo e André Almeida, dois jogadores com créditos firmados que ainda denotam falta de ritmo.

O peruano está a pagar a fatura de ter passado praticamente um ano sem jogar em Alvalade. Os dirigentes encarnados mantêm total confiança no valor do extremo que, nestes jogos, pode ter a possibilidade somar mais minutos que lhe elevem os níveis de confiança.

Já o internacional português, que foi titular em Nápoles, pretende recuperar o tempo perdido pela fratura no nariz que sofreu na pré-temporada, na partida com o Ol. Lyon, que o obrigou a perder o início de época. O bom arranque registado por Nélson Semedo que regressou inclusivamente à Seleção Nacional, vai obrigá-lo a esperar por uma oportunidade, mas a sua polivalência também lhe permite esperar por uma vaga no meio-campo, como aconteceu em Itália.

Por Filipe Pedras
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.