Record

A época em 18 dias

ENCARNADOS INICIAM CICLO QUE INCLUI VISITAS AOS PRINCIPAIS RIVAIS

A época em 18 dias
A época em 18 dias • Foto: S.E. RECORD

O Benfica inicia hoje à noite, frente ao V. Guimarães, um ciclo importante – se não decisivo – e que inclui visitas a dois rivais na luta pelo título. Sem a Taça de Portugal e afastado das competições da UEFA, o clube da Luz discute a presença na final da Taça da Liga, ao mesmo tempo que procura manter intactas as aspirações à conquista do campeonato. A temporada joga-se em 18 dias.

Superada a fase de grupos da Taça da Liga, o Benfica reencontra a formação vimaranense na meias-finais da prova. Escudados nas duas vitórias obtidas no reduto dos minhotos, os encarnados iniciam este ciclo lutando pela presença na final e pela possibilidade do único título português que ainda não consta do palmarés do clube – na edição de estreia, a equipa comandada por José Antonio Camacho nem sequer atingiu a fase de grupos, tendo sido afastada na quarta eliminatória pelo V. Setúbal, que viria a vencer a prova.

Depois, seguem-se os compromissos para o campeonato. Ena agenda das águias está a visita ao FC Porto, para começar. A um ponto dos dragões, o Benfica pode passar para o primeiro lugar (em caso de vitória), manter a distância (empate) ou ver os azuis-e-brancos ganharem vantagem (derrota).

Passado o exame da Invicta, o Benfica pode respirar um pouco na receção ao Paços de Ferreira (dia 15), antes de nova saída classificada com alerta vermelho. Para fechar o ciclo, a 22 deste mês, os encarnados defrontam o Sporting, no reduto do arqui-rival. As contas do título também passarão por Alvalade.

Para o Benfica, Fevereiro é mês de decisões. A águia vai ter de manter apurado o seu instinto de sobrevivência. Falhar pode significar a hipoteca dos únicos objetivos que ainda restam à equipa comandada por Quique Flores.

Mais informação na edição impressa de Record

Passado o exame da Invicta, o Benfica pode respirar um pouco na receção ao Paços de Ferreira (dia 15), antes de nova saída classificada com alerta vermelho. Para fechar o ciclo, a 22 deste mês, os encarnados defrontam o Sporting, no reduto do arqui-rival. As contas do título também passarão por Alvalade.

Para o Benfica, Fevereiro é mês de decisões. A águia vai ter de manter apurado o seu instinto de sobrevivência. Falhar pode significar a hipoteca dos únicos objetivos que ainda restam à equipa comandada por Quique Flores.

Mais informação na edição impressa de Record

Depois, seguem-se os compromissos para o campeonato. Ena agenda das águias está a visita ao FC Porto, para começar. A um ponto dos dragões, o Benfica pode passar para o primeiro lugar (em caso de vitória), manter a distância (empate) ou ver os azuis-e-brancos ganharem vantagem (derrota).

Passado o exame da Invicta, o Benfica pode respirar um pouco na receção ao Paços de Ferreira (dia 15), antes de nova saída classificada com alerta vermelho. Para fechar o ciclo, a 22 deste mês, os encarnados defrontam o Sporting, no reduto do arqui-rival. As contas do título também passarão por Alvalade.

Para o Benfica, Fevereiro é mês de decisões. A águia vai ter de manter apurado o seu instinto de sobrevivência. Falhar pode significar a hipoteca dos únicos objetivos que ainda restam à equipa comandada por Quique Flores.

Mais informação na edição impressa de Record

7
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

M