Record

A hipótese Hélder

RICARDO ROCHA TEM CONCORRÊNCIA

Face à suspensão de Argel, para o jogo de sábado com o Marítimo, na abertura da SuperLiga, o técnico Jesualdo Ferreira tem uma questão por resolver no centro da defesa: Hélder ou Ricardo Rocha para fazer companhia a João Manuel Pinto. Ontem, o treino favoreceu o ex-galego, que ainda não jogou um minuto sequer na pré-época, ao contrário do rodado "rival"
A hipótese Hélder • Foto: Fernando Ferreira
Hélder é hipótese para jogar ao lado do capitão João Manuel Pinto, no sábado, com o Marítimo, no arranque da SuperLiga, face à suspensão do brasileiro Argel.

O central, ex-Deportivo Corunha, esteve sempre acompanhado por João Manuel Pinto no treino matinal de ontem, realizado no Estádio Universitário, que prendeu curiosos 50 adeptos durante uma hora e 45 minutos.

Até na primeira parte da sessão, dedicada exclusivamente ao trabalho físico, a dupla falhou alguns exercícios para realizar, descontraidamente, corridas à volta do campo.

De regresso ao convívio dos companheiros, Hélder e João Manuel Pinto continuaram inseparáveis nas situações de ataque organizado (um aspecto insistentemente utilizado pelo técnico Jesualdo Ferreira), agora também com a presença do sempre bem-disposto Argel, num trio defensivo que visava travar lances de ataque como lançar e construir os mesmos.

Neste particular, Hélder até marcou um golo a Chico Ramos, após jogada individual pela esquerda e bastante aplaudida pela atenciosa "audiência".

Depois, num jogo de dez contra dez, durante 20 minutos, a dupla voltou a actuar junta, desta feita com a companhia de Ricardo Rocha, na equipa que ganhou essa partida por 3-1, com golos de Anderson, Miguel e Nuno Gomes.

Com João Manuel Pinto fixo, resta saber quem ocupará a vaga deixada em aberto por Argel, suspenso por ter visto o quinto cartão amarelo na última jornada da época passada, no Funchal, com o Marítimo.

Por ter feito parte da comitiva encarnada que fechou a temporada transacta com estágios em Angola e nos EUA, ambos em Maio, Ricardo Rocha, ex-Sp. Braga, seria a possibilidade mais forte, até porque jogou nesta pré-época, mais recentemente com o Real Madrid, ao contrário do "rival" Hélder, que ainda nem sequer contabilizou um minuto.

A três dias do arranque na SuperLiga, Jesualdo Ferreira tem este (saudável) problema por resolver.

Miguel recupera e já marca

Jesualdo privilegiou um dez contra dez durante 20 minutos, que serviu para Miguel marcar um dos quatro golos e festejar exuberantemente. Descaído pela esquerda, o recém-recuperado jogador rematou cruzado, sem hipótese para Nuno Santos.

Defesa superior ao ataque

Jesualdo Ferreira continua a testar situações de três contra três em lances de ataque e contra-ataque. Ontem, não fugiu à regra e, durante longos e interessantes 45 minutos, a defesa foi superior ao ataque. Simão (disparo cruzado), Petit ("tiro" colocado de longe), Drulovic (com aquele remate habitual com o pé esquerdo) e Hélder (após jogada individual) foram dos poucos que conseguiram romper a teia defensiva. Menção ainda para um remate à trave de Peixe e para duas boas defesas de Chico Ramos, o número três da baliza dos encarnados.

Andrade 'engana' médico

A boa disposição tornou-se uma constante no treino. E foi Andrade quem arrancou as maiores gargalhadas da manhã, com uma brincadeira durante o dez contra dez.

Num lance perto de uma das balizas, João Manuel Pinto e Andrade chocaram num lance aéreo. O defesa polivalente ficou estendido e o público interrogou-se pela ausência de um pedido de desculpas do capitão e pela demora da intervenção do departamento médico.

Minuto e meio depois, lá apareceu um preocupado Bernardo Vasconcelos. Mas nem teve tempo para se inteirar do caso, já que Andrade levantou-se de pronto e deu um palmada amigável nas costas do médico.

O público, então, riu-se da situação, tal como os dois intervenientes.
7
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

M