Abel Silva integra nova estrutura

FORMAÇÃO SOFRE FORTE REMODELAÇÃO

Abel Silva, campeão mundial de juniores em Riad, é um dos trunfos de António Carraça para a estrutura do futebol jovem do Benfica, que está a ser alvo de uma autêntica revolução. O antigo defesa-direito, que esteve 12 anos no Estádio da Luz (desde os iniciados até aos seniores), vai ser treinador adjunto dos juniores, na equipa liderada por Rui Vitória, e técnico principal dos juvenis B, depois da saída de Eduardo Oliveira.

Abel Silva vai iniciar o segundo ano como treinador, depois de ter conquistado o título de campeão da I Divisão da Associação de Futebol de Lisboa, e consequente subida à Divisão de Honra, ao serviço do Juventude da Castanheira, além de ter chegado às meias-finais da Taça daquela associação. Como jogador, foi campeão nos juniores e na formação principal do Benfica.

O técnico tinha tudo acertado com o Peniche, equipa da III Divisão, mas conseguiu o acordo da Direcção para regressar ao Benfica: "É importante voltar à minha casa, onde aprendi muito como jogador e como pessoa."

Abel Silva elogia o trabalho do treinador Alberto Bastos Lopes, cujos serviços foram dispensados apesar do título de campeão de juniores, e espera manter-se na rota do sucesso. Aliás, o treinador já tem uma ideia sobre alguns dos novos jogadores, porque assistiu ao FC Porto-Benfica, que terminou com uma igualdade a um golo e foi decisivo para a conquista dos encarnados.

"Gosto de desafios. O objectivo no Benfica é ganhar sempre e formar jogadores, mais do que aconteceu até aqui", refere.

O treinador vai estar amanhã, pelas 11 horas, no Hotel Sana, na apresentação da nova estrutura técnica e médica do futebol de formação do Benfica, com as participações de Luís Filipe Vieira, António Carraça e Manuel Ribeiro.

Revolução

Além de Abel Silva, João Santos (equipa B) e Rui Vitória (juniores) são outras novidades no organigrama dos encarnados. João Santos, que substitui Carlos Gomes, treinou o Olivais e Moscavide na época anterior, enquanto Rui Vitória, que entra para o lugar de Alberto Bastos Lopes, trabalhava no Vilafranquense.

João Silva e Eduardo Oliveira são outros abandonos, depois de terem orientado as equipas de juvenis A e B dos encarnados, respectivamente.

Bastos Lopes estranha dispensa

Alberto Bastos Lopes estranha o facto de o Benfica ter prescindido dos seus serviços depois de ter sido campeão nacional de juniores. "No mínimo, isto é estranho, após a época que fizemos. Parece que não foi suficiente ter sido campeão. A vida tem destas coisas. Estranho ainda mais, porque a decisão é de uma pessoa que acaba de chegar ao clube [António Carraça, n.d.r.] e não me deram explicações. Todos os técnicos deram o máximo, como, por exemplo, João Silva, que treinou os juvenis, com as condições que não são as melhores", afirma o técnico, que regista três títulos de campeão. Os outros dois foram na III Divisão, ao serviço de Odivelas e Vilafranquense.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.