Águia receberá 5 milhões por cada 25 jogos de Renato no Bayern

Benfica acredita que encaixe de 60 milhões de euros é possível

• Foto: Fernando Ferreira

Renato Sanches vai ser jogador do Bayern Munique até 2021. A transferência foi ontem oficializada pelos dois clubes, num negócio que rende, para já, 35 milhões de euros aos cofres encarnados, embora possa chegar aos 80 milhões, o valor da cláusula de rescisão.

Os restante 45 milhões resultam de variáveis, embora haja a convicção de que 25 milhões são atingíveis. E isto porque o Benfica receberá 5 milhões de euros por cada 25 jogos que o internacional português fizer, até perfazer 60 milhões de euros. Um valor muito provável, considerando que o tetracampeão alemão faz mais de 50 jogos por ano e que o contrato é de cinco anos. Os restantes 20 milhões são mais difíceis, pois resultam da presença nos três nomeados para a Bola de Ouro e no onze do ano da FIFA.

"Quero agradecer a todos os adeptos do Benfica e a toda minha família por este grande momento na minha vida. Foram 10 anos de manto sagrado. Aqui aprendi tudo aquilo que sei hoje e por isso tenho que agradecer ao Benfica e a todos aqueles que me ajudaram até hoje. Estou feliz e orgulhoso por vestir esta nova camisola, mas ainda temos duas finais pela frente. Focado no objectivo principal: a vitória", escreveu ontem à noite o médio, no Instagram, depois de ter assinado na segunda-feira, com Karl-Heinz Rummenigge, presidente -executivo do Bayern.

As conversações por Sanches, que vai receber 1,5 milhões de euros líquidos por ano, começaram quando os dois clube se defrontaram nos quartos-de-final da Liga dos Campeões. O Bayern antecipou-se, de resto, ao Manchester United, que há muito seguia o miúdo.

O negócio entre Benfica e o clube inglês estava bem encaminhado, mas as boas relações de Carlo Ancelotti com Jorge Mendes e, também, Rui Costa, administrador da SAD, precipitou este desfecho. O Manchester City, que será orientado por Pep Guardiola, também já se tinha intrometido na corrida à contratação de Sanches. O United tinha até segunda-feira para se decidir. Como não respondeu, foi informado de que o médio iria para outro clube. O Bayern, que há seis anos considerava 30 milhões por Coentrão um valor alto, não deixou fugir o médio português.

Por Nuno Martins e Pedro Ponte
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.