Águia tenta acelerar até aos 100

Jonas e Mitroglou são sinónimo de faturação e a atual média diz que a marca é atingida no clássico

• Foto: Pedro Ferreira

Com a goleada (4-0) ao Belenenses, o Benfica aproximou-se rapidamente da marca dos 100 golos e por esta altura só faltam... três para lá chegar. A frieza dos números não garante vitórias nem pontos, mas diz-nos que aos tricampeões nacionais ‘basta’ manter a atual média nos dois próximos jogos (Paços de Ferreira e FC Porto) para alcançar a centena de festejos em jogos oficiais nesta época. Na verdade, o registo de 2,3 golos por encontro (97 em 43 jogos) permitiria até ultrapassar este redondo marco. E, na Luz, quando se fala em tiros certeiros é impossível contornar os nomes de Jonas e Mitroglou.

Apontados a reeditar a dupla de ataque inicial no próximo sábado, contra os pacenses, os dianteiros apresentam números fulminantes quando formam parceria desde o apito inicial – nesta época, arrancaram nove partidas, sendo que um dos dois (ou até ambos) infligiram danos aos adversários em... oito [ver quadro]. A única exceção foi mesmo a deslocação ao terreno do V. Setúbal, em que as águias ficaram em branco. Não bastasse, na última deslocação dos encarnados ao Estádio Capital do Móvel (23ª jornada da Liga 2015/16), foi precisamente esta dupla a oferecer a vitória ao emblema da Luz – Mitroglou inaugurou o marcador e Jonas recolocou o Benfica em vantagem, depois de Diogo Jota ter chegado ao empate.

Para além disso, o brasileiro, de 32 anos, e o grego, de 29, assumem um peso global de relevo desde que partilham o balneário na Luz. Ao todo, valem 96 dos 219 golos até agora alcançados desde a última época, o que equivale a perto de 44 por cento (43,8) do total da equipa.

Últimos desfechos são garantia

Traçando um paralelo com os derradeiros confrontos da equipa com os dois próximos adversários, é fácil ver que a reedição dos golos chegaria para ultrapassar a centena: na última deslocação a Paços de Ferreira, o Benfica marcou três; no clássico com os dragões na Luz festejou outro, apesar da derrota (1-2).

Marca chegará mais tarde que em 2015/16

Com 43 jogos, o Benfica apresenta atualmente 97 golos marcados e, mesmo que venha a atingir o 100.º já em Paços de Ferreira, atingirá sempre esta marca redonda mais tarde do que havia conseguido na última época, a primeira com Rui Vitória ao leme. Na campanha de 2015/16, as águias atingiram a centena na faturação por altura da receção ao Braga, à 28.ª jornada do campeonato. A goleada aos arsenalistas (5-1) assinalou o 42.º jogo do emblema da Luz e quem gravou o seu nome neste registo acabou por ser Samaris, autor do último golo das águias nessa partida com os então comandados de Paulo Fonseca. Agora, resta apenas saber de quantos jogos precisarão Jonas, Mitroglou e companhia para atingir esta fasquia.

Grego está a um golo de fazer história na carreira

O festejo na receção ao Belenenses elevou para 25 o número de golos de Mitroglou na presente temporada, mas o registo ganha maior importância se dissermos que este é precisamente o recorde pessoal do internacional grego, alcançado na última época de águia ao peito – é atualmente mais eficaz, pois fez o mesmo número de tentos em menos nove jogos (36 contra 45). Agora, o ponta-de-lança tem, pelo menos, mais 10 jogos para elevar a fasquia, mas a história até joga a seu favor para que o registo seja batido já no próximo sábado, contra o Paços de Ferreira.

Afinal, o artilheiro marcou na última deslocação das águias ao terreno dos pacenses (23ª jornada da Liga 2015/16), que foi também a... única vez em que ali competiu. De resto, ficou em branco nos outros três confrontos com os comandados de Vasco Seabra. Já aquele que deverá ser o apoio direto ao internacional helénico no ataque, Jonas, também já fez mossa aos pacenses, apresentando um total de três golos em quatro partidas.

Curiosamente, o brasileiro também só marcou uma vez no agora denominado Estádio da Capital do Móvel (o tal jogo da última época), acrescentando ao caudal mais dois golos, no compromisso da primeira volta da Liga 2015/16 (6ª jornada).

Pontaria mais afinada na Luz

Nos 50 golos já apontados por Mitroglou é possível verificar uma tendência natural para faturar mais em casa, mas os números revelam que a diferença é pouco significativa. No total, foram 27 remates certeiros na Luz, contra 21 nos jogos disputados fora . Convém ainda assinalar que dois golos foram marcados na final da Taça CTT na época passada, o que acaba por valer como terreno neutro, pois o adversário foi o Marítimo.

Por Filipe Pedras e João Soares Ribeiro
2
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.