António Costa: «Não sou adepto do Benfica por causa dos dirigentes»

Primeiro-Ministro não se mostrou preocupado com os casos judiciais envolvendo elementos das águias

• Foto: Pedro Ferreira

António Costa garantiu que não está preocupado com os casos judiciais que envolvem dirigentes do Benfica, como Luís Filipe Vieira - arguido na Operação Lex - ou Paulo Gonçalves - mesma condição no caso dos emails e na operação E-Toupeira. Numa entrevista à Visão, o Primeiro-Ministro não foge aos temas polémicos do momento.

"Se estou preocupado com os casos judiciais que envolvem dirigentes do Benfica? Não (risos). Eu não sou adepto do meu clube por causa dos dirigentes. Num Estado de Direito ninguém está acima da lei e a tranquilidade de viver num país onde esse princípio se verifica é um fator de confiança no funcionamento da sociedade", afirmou o chefe de Governo, prosseguindo: "As autoridades devem agir sempre que se justifique porque ninguém está acima da lei."

"Detesto tudo o que se passa fora das quatro linhas"

Dado o clima de tensão que se vive no futebol português, António Costa foi questionado sobre se o Governo não deveria intervir, manifestando "esperança" que não seja necessário chegar a esse ponto e que "as pessoas tenham bom senso e não deem cabo de uma atividade onde Portugal tem enormes responsabilidades".

"Adoro o futebol dentro das quatro linhas, mas detesto tudo o que se passa fora das quatro linhas... Espero que o que se passa fora das quatro linhas não faça esmorecer o meu gosto e o gosto de milhões de adeptos pelo jogo", confessou o Primeiro-Ministro, acabando por ser confrontado com a decisão do governo grego em suspender o campeonato local devido à violência: "Aí houve um dirigente que entrou de pistola no meio do campo... Ainda não chegámos a esse ponto."

(Notícia atualizada às 22h20)

64
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.