Aos 15 anos, Ederson "já chutava de uma área à outra"

Treinador Luís Matos conheceu o brasileiro quando este chegou ao Seixal

• Foto: Miguel Barreira

Com a lesão de Júlio César, Ederson tem a titularidade no Benfica garantida pelo menos até final desta temporada. O guarda-redes de 22 anos tem vindo a mostrar qualidade desde que foi chamado ao onze, mantendo muitas das qualidades que tinha quando chegou ao Seixal, tinha apenas 15 anos.

"Quando eu o conheci no Benfica, tinha qualidades inatas, como o pontapé dele. Já na altura, conseguia colocar a bola de uma área à outra, sempre com muita facilidade", recorda Luís Matos, técnico de guarda-redes que desempenhou as funções de coordenador do treino da posição nas camadas jovens dos encarnados, em 2008/09.

O também antigo adjunto de Jorge Jesus em 2009/10 e 2010/11 lembra que deu um parecer positivo à contratação de Ederson, pois tratava-se de "um miúdo estrangeiro". "Achámos que tinha qualidade, mas obviamente que ninguém podia prever naquela altura que seria um guarda-redes de equipa principal", admite, elogiando Ederson, que "evoluiu muito" entretanto.

Para Luís Matos, de 60 anos, o número 1 do Benfica "ainda está na idade de continuar a evoluir": "Para já, tem demonstrado uma qualidade e uma personalidade que nos permitem pensar que vai continuar como um guarda-redes de equipa de topo."

O especialista admite que o forte e colocado pontapé de Ederson "dá jeito a qualquer equipa", pois permite uma estratégia de jogo. Mas, sublinha, "o mais importante é que dá confiança à equipa e sente-se que a equipa confia nele"

Por Sérgio Krithinas
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.