Benfica à espera de resposta para quatro acusações

Águias reclamam uma indemnização de 50 milhões

• Foto: Rui Minderico

O Benfica também espera que esta visita que a Polícia Judiciária efetuou ao Estádio da Luz venha a ter consequências no processo aberto contra o FC Porto, no qual o os encarnados reclamam um indemnização de 50 milhões de euros. Na ação interposta, recorde-se, os encarnados acusam o rival dos crimes de concorrência desleal, acesso ilegítimo a correspondência privada, difamação e violação do segredo de negócio.

João Correia volta a assinalar que o Benfica espera resultados destes processos pois, na sua opinião, "foram cometidos crimes" que continuam sem culpados. "O sistema informático do Benfica foi invadido. Isso é crime e não há resultados desse crime. Os emails, verdadeiros, ou não, são propalados como sendo do Benfica e, nessa hipótese, é uma violação de correspondência. Até agora, nada aconteceu", lamenta.

Para o advogado do clube encarnado , este atraso está a ter consequências nefastas para o emblema da Luz, principalmente após ter sido recusada a providência cautelar que tentava a proibição da divulgação pública dos emails. "São sistematicamente emitidas injúrias, difamações, imputações de crimes ao Benfica. Já fizemos participações criminais de tudo isso em todas as instâncias possíveis em Portugal. E até agora, nada", lamenta o causídico, que deixa em aberto duas hipóteses para este alegado atraso: "Ou há aqui uma construção de um lastro investigatório que permita depois agir com mais cautela contra os autores dos crimes; ou há algum desleixo investigatório. Eu aposto mais na primeira hipótese."

Por Filipe Pedras e João Soares Ribeiro
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Benfica

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0